OS OLHOS DO TOURO DIZEM TUDO

Olho para o touro e não o vejo inferior a mim. Vejo que ele é igual a mim.
Olho para os seus olhos e vejo ternura. Vejo que é um ser meigo, e não a basta negra que querem fazer querer que ele é.
Olho para ele e digo. Irmão; vou continuar a lutar por ti. Até que o teu direito à liberdade, no campo, na natureza, longe das praças de touros, desde o teu nascimento, seja inteiramente respeitado.
Amo-te irmão.
Amo-te tanto, meu lindo.
E é por te amar, que vou continuar a lutar por ti!

Mário Amorim

Adaptação de uma definição de tourada do escritor Victor Hugo

Em todas as corridas de touros aparecem três intervenientes:

Que são: o touro, o toureiro e o público.

O grau de brutalidade de cada um destes intervenientes pode calcular-se pelo seguinte:

O touro é obrigado

O toureiro obriga-se

O público vai por um acto espontâneo da sua soberana vontade, e ainda por cima dá dinheiro

Agora observem bem esta graduação:

O touro provocado defende-se

O toureiro fiel ao seu compromisso toureia

O público diverte-se

No touro há força e instinto

No toureiro cobardia e deslealdade

No público não há senão brutalidade

 

Isabel A. Ferreira

Fonte: Arco de Almedina

METE ISTO NA TUA CABEÇA, DE UMA VEZ POR TODAS!

TORTURA NÃO É CULTURA.png

Mete isto na tua cabeça, de uma vez por todas!
Quando para teu deleite, maltratas física e psicologicamente o touro, na arena de uma praça de touros, ou, apenas assistindo és cúmplice com isso, estás a maltratar um irmão teu, ou ao assistires a uma tourada estás a ser cúmplice com o maltrato de um irmão teu.
Esquece-te permanentemente que nós humanos, também somos animais. E não é por sermos animais-racionais, que somos superiores aos outros animais. Nada disso. Estamos todos no mesmo barco, um barco chamado vida. Todos estamos em pé de igualdade. Todos temos o mesmo direito ao bem-estar, à vida.
Todos nós; animais-humanos, e animais não-humanos, somos filhos da mesma mãe, a Mãe Gaia. Logo, somos todos irmãos.
Por tanto; pensa nisto, antes de maltratares o touro.
Pensa nisto, antes de ires assistir a um espectáculo tauromáquico!

Mário Amorim

TU, QUE GOSTAS DE TAUROMAQUIA, GOSTAVAS?

Bullfighting - Wikiwand

Umas perguntas a quem gosta de tauromaquia!

Tu, que gostas de tauromaquia, gostavas quando tinhas um ano, te tivessem marcado no corpo uma marca com ferros em brasa?
Gostavas que enfiassem durante dois dias, num quarto escuro, sem comer e sem beber?
Gostavas de sentir a dor, o sofrimento, a agonia, a crueldade que o touro passa, numa praça de touros?
Gostavas de levar com umas farpas e uns ferros no lombo numa praças de touros?
Gostavas te retirassem as farpas e os ferros do corpo à faca e colocando sal sobre os golpes?
Gostavas de sentir na pele toda a tortura que o cavalo é vítima, que lhe é infligida pelo cavaleiro?
-Gostavas, por exemplo, que te enfiassem dentro da boca um ferro serrilhado?
Gostavas de sentir o stress, o medo do cavalo numa praça de touros?
Pois é. Pimenta no cu dos outros é refresco!

Tu, que gostas de tauromaquia, pensa nisto. Faz-te a ti mesmo/a estas perguntas!

Mário Amorim

Ai que Touro tão bravo!

Só mesmo mentecaptos, para acharem que um bovino é agressivo por natureza.

 

Fonte: Arco de Almedina

Nota: Contém um vídeo que está no facebook, que não dá para meter. Não tenho facebook. Por isso, não posso introduzi-lo!

GOSTAR DE TAUROMAQUIA, NÃO É UM DIREITO E NEM UMA LIBERDADE!!!

Estou convencido de que aquilo que vou dizer neste curto texto, vai dar que falar.
Por ventura; os Psicopatas tauromáquicos, vão vociferar ainda mais ódio contra mim. Mas não faz mal. Tenho de o escrever!

Bom.
Vamos lá então!

Existe direito de se gostar de tauromaquia? -NÃO. Não há esse direito!
Existe liberdade de ir as touradas? -NÃO. Não há essa liberdade.

A partir do momento que o nosso pretenso direito, a nossa pretensa liberdade, colidem com o bem-estar, a felicidade, e a vida, de outros seres sensíveis, deixamos de ter esse direito, deixamos de ter essa liberdade.

Na tauromaquia, o direito, está inteiramente do lado, do touro e do cavalo, de não serem física e psicologicamente torturados, para que os Psicopatas tauromáquicos se possam divertir!

Na tauromaquia, apenas o touro e o cavalo têm liberdade. A liberdade de nascerem, viverem e morrerem, no campo, na Natureza, em paz e sossego!

POR TANTO. GOSTAR DE TAUROMAQUIA, NÃO É UM DIREITO E NEM UMA LIBERDADE PARA OS PSICOPATAS TAUROMÁQUICOS!!!

Mário Amorim

A TAUROMAQUIA

Recebi uma mensagem, aqui no meu blog. E devido ao seu conteúdo, não a aprovei. Eliminei-a logo.

De qualquer maneira, vou responder um pouco à senhora que enviou a mensagem.

Nós, anti-tourada somos contra a tauromaquia, porque a tauromaquia, é uma prática Selvática. É uma prática abjecta. Todos aqueles que torturam o touro e o cavalo. Que são cruéis, física e psicologicamente para com o touro e para com cavalo, são PSICOPATAS. E isto, não somos nós que o afirmamos. É a ciência. É a ciência forense e a psiquiatria forense que o afirma. E já agora; dou-lhe um conselho. Ouça o Doutor Guido Palomba, nestes vídeos. Um dos principais Psiquiatras Forenses da actualidade.

Para o FBI,  já desde a década da 70 do século passado, e depois confirmado pela Psiquiatria Forese americana, 80% dos sérial killers, começaram por ser cruéis, por matar animais não-humanos.
Quem é cruel para com animais não-humanos, vai se-lo para com outros aniamis humanos!

O lugar do touro e do cavalo, é o campo, a Natureza, livres, em paz e sossego, desde que nascem, até que morram, e não as praças de touros!

E fico-me por aqui!

Mário Amorim

BRUTALIDADE Touro é cruelmente esfaqueado diversas vezes por toureiro na Espanha

Isto é assassínio.
É Psicopatia!

Mário Amorim


Após serem torturados, feridos, provocados e espetados por lanças de ferro e madeira, os animais exaustos e indefesos são alvos de inúmeras facadas até a morte

Foto: PETA UK

Um vídeo brutal que mostra um toureiro esfaqueando repetidamente um touro na cabeça, gerou revolta e indignação nas redes sociais. As imagens fortes foram divulgadas pela PETA com o objectivo de expor e conscientizar o público sobre os horrores das touradas, um “espectáculo” de sangue, tortura e sofrimento.

O clipe mostra um toureiro enfiando uma faca no crânio do animal, que pode ser visto já ferido no chão em Bilbao, norte da Espanha.

Pode-se ver o sangue escorrendo de sua cabeça enquanto o toureiro apunhala o animal indefeso várias vezes durante um evento em Setembro passado.

O grupo que atua em prol dos direitos animais, PETA, divulgou o vídeo esta semana ao lançar uma petição pedindo a proibição do “desporto” sádico e sangrento.

Os activistas escreveram ao primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sanchez – que foi reeleito em uma eleição geral na semana passada – pedindo-lhe para intervir e proibir as touradas.

Um porta-voz do grupo disse: “Todos os anos, milhares de touros sofrem uma morte sangrenta em touradas por toda a Espanha”.

“Essas mortes são lentas e dolorosas: homens a cavalo e a pé dirigem lanças afiadas de metal e madeira para os flancos de touros e em seguida esfaqueiam os animais atormentados cruelmente com uma espada ou punhal”.

Foto: PETA UK

“Na corrida anual dos touros em Pamplona, os animais aterrorizados levam choques eléctricos para forçá-los a sair para as ruas, onde são assediados por multidões ferozes e gritantes”.

Os animais em pânico frequentemente escorregam e batem nas paredes – desespero que resulta em ossos quebrados e outros ferimentos. Mais tarde, esses mesmos touros serão mortos de forma bárbara na praça de touros – fato que muitos turistas desconhecem.

“As pessoas compassivas entendem que essa violência é desnecessária e injustificável, e a oposição às touradas está crescendo tanto na Espanha quanto no mundo”.

“É hora do governo espanhol intensificar sua autoridade e proteger os animais”.

Até agora, mais de 100 cidades em toda a Espanha já proibiram as touradas e, em Julho de 2010, a região autónoma da Catalunha votou pelo fim da prática cruel.

Foto: PETA UK

De acordo com uma pesquisa da Ipsos MORI, mais de 80% dos espanhóis se opõem ao evento bárbaro, uma vez que a participação em muitas cidades diminuiu nos últimos anos.

A carta da PETA a Pedro Sanchez descreveu como os animais morrem “lenta e dolorosamente” durante uma tourada.

O texto do documento diz: “As touradas são eventos imensamente cruéis, nos quais milhares de animais são mortos lenta e dolorosamente em toda a Espanha todos os anos”.

“Toureiros ferem os animais no pescoço e nas costas, e depois que os touros foram torturados por um tempo e ficam enfraquecidos pela perda de sangue, um matador finalmente tira-lhes a vida com uma espada”.

“Esses animais também são explorados e sofrem horrores nas corridas de touros, onde são forçados a correr pelas ruas enquanto são assediados por uma multidão ávida e descontrolada”.

“Os animais entram em pânico, acabam se desequilibrando, caindo, se jogando contra paredes e plateia, quebrando ossos e se machucando”.

“Por favor, pedimos que ouça as vozes do povo espanhol e do mundo inteiro e proíba as touradas e corridas de touros com urgência”.

Foto: Tras Los Muros

Fonte: ANDA

TENTEM PERCEBER ISTO DE UMA VEZ POR TODAS!

Tentem perceber isto, de uma vez por todas.
O Touro tem todo o direito à vida.
O Touro tem todo o direito a ser admirado, a ser amado, a ser acarinhado,  a ser respeitado, longe das praças de touros.
Vocês, não têm o direito de lhe tirar a vida. Não têm o direito de impedir que ele seja feliz. Pois ele tem o mesmo direito que vocês a ser a ser feliz.
Não acredito que percebem isto, na sua maioria. Mas acredito, isso sim, que isto vá chegar ao coração de alguns defensores da tauromaquia, que mudarão a sua visão sobre o touro e sobre a tauromaquia!

Mário Amorim

EM CORAÇÃO EMPÁTICO E BONDOSO, É ASSIM

Em coração empático e bondoso é assim:
-Quero tourear o touro. Quero espetar-lhe ferros e farpas. Quero velo a sofrer. Quero velo a sangrar. Será que é que é certo da minha parte querer isto? Será que o touro, não tem o mesmo direito à vida que eu? E se fosse eu que estivesse no lugar do touro. Será que iria gostar? Será que sou uma pessoa com valores, por fazer tão mal a um outro ser senciente?
Quando existe empatia e bondade no coração, estas perguntas são feitas, e respondidas com o coração!

Mário Amorim