DIZER COM CLAREZA O QUE VAI ACONTECER

Gaia está em transição para a 5Dª.
A tauromaquia é uma pratica de violência, da 3Dª.
Como tal, a tauromaquia, não existirá na 5Dª.
Nenhuma prática violenta irá existir na 5Dª. Pois a 5Dª será de amor.
Por tanto; estes são já os últimos momentos, de uma prática abjecta.
E quem quiser permanecer na 3Dª, julgando que poderá continuar a divertir-se com a brutalidade e a boçalidade da tauromaquia, saiba desde já que não poderá!

Mário Amorim

Anúncios

O QUE DIZEM AS ESCOLAS QUE ENSINAM A CRUELDADE TAUROMÁQUICA

Resultado de imagem para escolas de toureio em portugal

As escolas que ensinam a crueldade tauromáquica, dizem: VEM APRENDER A SER PSICOPATA. Nós ensinamos.
Não o dizem claramente. Mas dizem-no, no seu objectivo. Que é transformar as crianças e jovens em Psicopatas.

Eles aprendem, não valores, como a empatia, a bondade e a compaixão. Aprendem, isso sim, a serem maldosos, a serem cruéis, para com outros seres sensíveis. Aprendem a tortura-los. Logo; aprendem a ser Psicopatas, pois os Psicopatas, em criança, foram cruéis, para com animais não humanos, na sua esmagadora maioria.

E esta realidade, acontece com o beneplácito dos pais, e da protecção das crianças e jovens.

Depois, é hora, na Assembleia da República perceberem, que tem de ser pôr fim, em Portugal, a estes antros, que ensinam a violência, a crianças e jovens!

BASTA DO ENSINO DA CRUELDADE EM PORTUGAL!
BASTA DO ENSINO DA VIOLÊNCIA EM PORTUGAL!
BASTA DO ENSINO DA PSICOPATIA EM PORTUGAL!

Mário Amorim

UM RETRATO ARREPIANTE DA TAUROMAQUIA

«O retrato da tauromaquia! A soberba, a malvadeza, a perversidade e a crueldade. A tauromaquia representa tudo aquilo que a humanidade deve combater! Cabe a cada um de nós fazê-lo!»

Mais um monstrinho a turvar o mundo. Mas a culpa será dele? Não o empurraram à força para este fosso? E de tanto apanhar, acabou por ter de descarregar o ódio que acumulou ao longo de anos, nos Touros!

toureirito.jpg
Repare-se na expressão de ódio deste miúdo

Fonte:

E a expressão de ódio deste adulto:

19870219_DG9rm.jpg

Fonte: Arco de Almedina

A TOURADA, A ABJECTA PRÁTICA DE PORTUGAL, ESPANHA, FRANÇA E DE PAÍSES LATINO AMERICANOS

Touro de lide 5º

Resultado de imagem para Cavalo lusitano no campo

Resultado de imagem para pinóquio

Na Tourada, tirando o Touro e o Cavalo, não há nada de bom!
Onde está a empatia, na Tourada? -Não existe!
Onde está a bondade, na Tourada? -Não existe!
Onde está o Amor pelo Touro e pelo Cavalo na Tourada? -Não existe. Aliás, quem a defende também pensa que homem que bate na mulher, ama a mulher. Segundo a óptica deles para com o touro e para com o cavalo, a agressão de um homem à mulher, é sinal de Amor!

A Tourada, apenas serve, para que algumas famílias fiquem ainda mais ricas à custa de subsídios públicos.
No caso de Portugal, 16 Milhões de € anuais, de subsídios públicos, recheiam as contas bancárias dos algozes tauromáquicos. E é para isso, que a CRUELDADE da Tourada serve. Esse é o único motivo da sua existência. Tudo o mais que se possa dizer que contrarie esta verdade, é apenas a tentativa de atirar areia para os olhos das outras pessoas. É mais uma mentira, nas mentiras sucessivas dos Pinóquios tauromáquicos.

É uma vergonha, que em pleno século 21, Portugal continue a permitir que tão abjecta prática, ainda exista. E o mesmo para os restantes sete países!

BASTA DE TAUROMAQUIA!!!

Mário Amorim

«A TAUROMAQUIA É UMA ESPÉCIE DE “DESPORTO” DOS “SENHORES FEUDAIS” DOS BURGOS QUE EXPLORAM A POBREZA DE ESPÍRITO DA PLEBE…»

… com a ajudinha dos outros senhores feudais, sentados no hemiciclo da Assembleia de uma República que, no que respeita à tauromaquia, tem um pé fincado na Monarquia.

Destaco este comentário, que recebi do Filipe Garcia, que faz uma análise lúcida e realista do que se passa neste submundinho da tauromaquia.

Aprendam com quem tem todos os neurónios a funcionar, senhores deputados do PS, do PSD, do PCP e do CDS/PP!

arena póvoa.jpg
A Praça de Touros do Norte, a que se refere o Filipe Garcia é a da Póvoa de Varzim, que está a cair de podre, e vai ser demolida, apesar do estrebuchar dos da prótoiro, que mandam no quintal deles, mas não, no quintal dos poveiros que já evoluíram.

Filipe Garcia comentou o comentário ANTÓNIO PEÇAS, O EX-FORCADO DE ESTREMOZ QUE INCITOU À VIOLÊNCIA CONTRA OS ANTI-TOURADAS, DIZ QUE «A AMI É UMA CAMBADA DE BANDALHOS» às 08:16, 24/06/2019 :

Estimada Isabel Nunca a expressão “Há bons médicos e há maus médicos” fez tanto sentido”… O exercício da medicina requer, desde logo, uma componente empática que é absolutamente essencial á boa e nobre prática da medicina, isto é, para ser bom médico, não basta ter os conhecimentos “técnicos” e de análise para definir diagnósticos correctos e respectivas terapêuticas, vai muito para além disso… É necessário a capacidade de perceber o sofrimento do outro, de ser solidário, de ser empático, isto é, de “entrar” no nosso interlocutor e perceber as suas angustias e anseios, ora, pelo que li até aqui, parece por demais evidente que este cavalheiro Peças, não tem essa capacidade. As touradas são uma prática aberrante, que nada têm que ver com “cultura”, mas que subsistem meramente por razões de natureza económica e financeira, atento a importância que assumem na economia regional (nas localidades onde se pratica), que é ainda subdesenvolvida. Este é o factor central que importa combater. Enquanto os governos sucessivos não apostarem verdadeiramente no interior, dotando de infra-estruturas que permitam instalar e fixar pessoas, desenvolver o tecido empresarial criando empregos e apostar na formação não apenas académica (está bom de ver porquê) mas também cívica e humana, este degradante e hediondo espectáculo irá manter-se. Mais, isto é uma espécie de “desporto” dos “senhores feudais” lá do burgo, que exploram a pobreza de espirito da plebe, numa espécie de feira de vaidades, de pseudo-afirmação, de poder, de protagonismo bacoco, para manter o “culto do Endeusamento” perante a plebe. Depois chamam-lhe “cultura”…um autêntico embuste. Recentemente, houve uma Câmara Municipal no Norte que resolveu a questão, de forma radical mas certamente eficaz. Perante a persistência destes energúmenos das touradas, tomou a corajosa decisão de “arrasar” a praça de touros, ou seja, vão demolir. Acabou-se o recreio! Cumprimentos para si.

Fonte: Arco de Almedina

 

***

Obrigada, pelo seu lúcido testemunho, Filipe Garcia. Receba o meu apreço.

Isabel A. Ferreira

A QUINTA DIMENSÃO E A TAUROMAQUIA

Resultado de imagem para Quinta Dimensão

Antes de mais é necessário dizer que a Quinta Dimensão não é um lugar, é um estado de consciência!

Quem estiver preso, na sua consciência, a práticas com a Tauromaquia e a Caça, não terão lugar na Consciência de Quinta Dimensão.

Na Quinta Dimensão, estas práticas violentas e que não respeitam o direito à vida de outros seres sencientes, não existem.

Na consciência de Quinta Dimensão, a nossa consciência, é de amor, de respeito pela vida de todos os seres sensíveis, e de fraternidade. E a consciência de Quinta Dimensão, não se coaduna com consciência maldosa, coma a consciência de quem maltrata, quem é cruel, quem mata outros seres sensíveis, para divertimento.

A transição de Gaia, para a Quinta Dimensão, já está o ocorrer. E muito em breve, acontecerá o grande EVENTO final da transição. E nessa altura, práticas como a a Tauromaquia e a Caça, serão eliminadas de Gaia, pois a vibração negativa de tais práticas, não estará de acordo, com a vibração de Amor, de paz e de luz, da nova Gaia!

Mário Amorim

OS BONS SENTIMENTOS

Os bons sentimentos, são quando nos colocamos no lugar do outro.
Se sabemos que o que queremos, vai directamente, ou indirectamente, magoar, ferir, causar dar ao outro, pomo-nos imediatamente no seu lugar e nos perguntamos se gostaríamos que ele nos fizesse o mesmo!
E é este exercício que quem defende a tauromaquia, deveria fazer.
Deveria por momentos, tentar por-se no lugar do touro e se perguntar se gostaria de passar pelo mesmo sofrimento, pela mesma dor que o touro passa numa praça de touros.
Todos nós, seres humanos, temos o direito de não sofrer, de não sentir dor.
E todos os outros seres sencientes, têm o mesmo direito de não sofrer, de não sentir dor que nós, seres humanos.
Como tal, não temos o direito de causar dor, de causar sofrimento a outro ser, humano e não-humano.
Os defensores da tauromaquia, os da arena e os da bancadas, não têm o direito de provocar dor, de provocar sofrimento, directo e indirecto, ao touro e ao cavalo!

BASTA DE TAUROMAQUIA, JÁ!

Mário Amorim