BRUTALIDADE Touro sangra até a morte em ritual de sacrifício religioso

Foto: Ruptly

Um touro foi brutalmente sacrificado por aldeões mexicanos que beberam seu sangue para homenagear o santo padroeiro da cidade.

Um vídeo foi divulgado mostrando os moradores da aldeia Mochitlan, no México puxando o animal amarrado e empurrando-o no chão para depois matá-lo com facas.

O sangue do animal é visto jorrando das feridas feitas no corpo do touro que jaz do lado de fora da igreja.

Atenção, imagens fortes:

O animal indefeso é visto tremendo de dor depois de ser puxado pelo chão, enquanto um homem colecta o sangue que jorra dos cortes em uma tigela.

Momentos depois, os aldeões, incluindo mulheres e crianças, podem ser vistos bebendo copos de líquido que eles acreditam ser “abençoado”.

A “celebração” aconteceu na quarta-feira para homenagear a santa padroeira local, Santa Ana, a mãe da Virgem Maria.

Eduardo Reyes, um dos participantes, disse: “Bem, eles dizem que, se você beber, é como se estivesse bebendo água benta.

“Quando você bebe o sangue de boi que eles estão dando, é como se fosse abençoado, porque o touro foi claramente entregue à igreja, já foi apresentado à vovó Santa Ana.”

Foto: Ruptly

Após o assassinato, os aldeões desfilaram pelas ruas com uma banda e outros touros.
Jovanny Jimenez Mendoza, prefeito de Mochitlan, disse: “Recebemos uma carta do Vaticano ao padre, na qual eles proibiram essa cerimonia, esses passeios”.

“Não podemos ser proibidos de fazer isso porque faz parte da nossa tradição, essa proibição se opõe à nossa cultura, uma tradição de muitos anos”, disse o prefeito.

Mimi Bekhechi, director da Fundação PETA, já havia criticado a morte cruel dos animais, de acordo com o Daily Mail.

Foto: Ruptly

Ela disse: “Somente o diabo seria honrado se, em seu nome, alguém mergulhasse uma faca no estômago de um touro vivo e cortasse suas orelhas, deixando-o morrer lentamente em agonia e medo.

“Em seu tratado de 2015, ‘Laudato Si ‘, o Papa Francisco falou sobre a importância vital de tratar os animais com gentileza, escrevendo que “todo ato de crueldade contra qualquer criatura é’ contrário à dignidade humana’”, concluiu o director da ONG.

Fonte: ANDA

Anúncios

NO MÉXICO COMO EM PORTUGAL, QUEM PROTEGE ESTAS CRIANÇAS ENTREGUES À CRUELDADE E À VIOLÊNCIA?

Pobre criança, que não tem infância, nem terá futuro.

Será um adulto alienado, sádico a pender para o psicopata.

E quem se importa?

Onde está o Estado?

59890915_10157503327332638_3137178141747838976_n.j

A imagem é de um catraio mexicano.
Mas mexicano, espanhol ou português não irá dar tudo ao mesmo, quando se trata de lançar as crianças para a fogueira da iniquidade?

Fonte da imagem:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10157503327322638&set=a.387955197637&type=3&theater

Fonte: Arco de Almedina

 

ESPERANÇA Vaquitas marinas, cetáceos em risco de extinção, são avistadas no México

Cientistas mexicanos avistaram seis “vaquitas marinas” recentemente,uma espécie endêmica do mexicano Golfo da Califórnia que está à beira da extinção, informaram pesquisadores na última quarta-feira (17).

Cientistas mexicanos avistaram seis “vaquitas marinas” recentemente,uma espécie endêmica do mexicano Golfo da Califórnia que está à beira da extinção, informaram pesquisadores na última quarta-feira (17).

“Não acabou a esperança”, disse Lorenzo Rojas, pesquisador do Comitê Internacional para a Recuperação da Vaquita Marina (CIRVA).

Durante uma expedição de 11 dias pelo Golfo da Califórnia entre o fim de setembro e o começo de outubro, um grupo de pesquisadores especialistas em mamíferos marinhos avistaram seis vaquitas, “entre elas um filhote”, comemorou o diretor do Museu da Baleia, Diego Ruiz.

Esta cifra não representa uma contagem completa da população deste animal, que é a menor do mundo.

Pesquisadores analisam os dados obtidos nessa expedição e em janeiro vão dar um novo balanço sobre a população da “vaquita marina”.

O último estudo da CIRVA feito em 2017 apontou que restavam apenas 30 “vaquitas marinas”, também conhecidas com o panda do mar devido às manchas pretas que têm em volta dos olhos.

A ONG Fundo Mundial para a Natureza (WWF) alertou em maio deste ano que a espécie pode ser extinta ainda este ano se os animais continuarem morrendo devido à pesca incidental.

Fonte: ANDA

O ATRASO MENTAL QUE DESTRÓI INFÂNCIAS QUE MERECIAM MELHOR SORTE

Como este artigo tem um vídeo do facebook, o qual não posso ver, vou apenas colocar o link: https://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/o-atraso-mental-que-destroi-infancias-803581

 

AVANÇO Cidade do México proíbe aprisionamento de golfinhos em aquários

Depois de banir shows com os animais em 2017, a capital obriga os golfinhários a realocarem em até 6 meses os golfinhos mantidos em cativeiro

Uma ótima notícia foi divulgada na semana passada. A Cidade do México proibiu oficialmente a existência de “golfinhários” (aquários para golfinhos) na capital do país.

Os passos iniciais em rumo a essa decisão foram dados em 2014, quando a capital – e logo em seguida todo o país – aboliu a exploração de animais em apresentações circenses. No ano passado, a proibição do turismo envolvendo performances artísticas e programas para nadar com golfinhos foi outra medida crucial para isso.

De acordo com a ONG PETA, a lei aprovada determina que os “golfinhários” serão obrigados a realocar todos os golfinhos que foram mantidos em cativeiro até então.

Os impactos do enclausuramento em golfinhos

Golfinhos são animais sociáveis. No mar, eles vivem em harmonia uns com os outros, em grupos sociais grandes e complexos. Precisam de amplos espaços para nadar e entrar em contato com outros golfinhos.

Manter animais selvagens em cativeiro, de uma forma geral, traz uma série de consequências, que vão desde problemas psicológicos e podem resultar até mesmo em morte.

Com animais marinhos, não é diferente. Golfinhos explorados em performances aquáticas são mantidos presos nos tanques, longe da família, sendo obrigados a executar movimentos repetitivos, que não possuem qualquer sentido para eles, e a nadar sempre em círculos, sem chegar a lugar algum.

Por essa razão, a maioria deles morre muito antes do que o esperado.


Parece até uma “selfie” entre amigos

Novo caminho sendo traçado

Além do México, outros países têm seguido no mesmo sentido: também na semana passada, Barcelona proibiu a exploração de golfinhos em aquários e exibições, e a República Dominicana aprovou uma lei que torna ilegal o comércio dos animais no país.

A ONG PETA comemora as decisões, e enxerga nelas um caminho sendo traçado nesses países, em que os animais aquáticos deixarão de ser vistos como meros ornamentos. É também uma oportunidade para que os governos ao redor do mundo percebam que o lugar deles, definitivamente, não é presos em tanques e, sim, soltos no oceano.

Fonte: ANDA

Art or blood sport? Mexico considers banning the bullfight

A tauromaquia, seja onde for, é uma pratica abjecta. É uma pratica hedionda, cruel, assassina.

A tauromaquia, que como já disse, aqui no meu blog, é uma pratica onde impera a Máfia, o Crime, a Psicopatia, a Sociopatia.

E está na hora desta Monstra prática ser completamente erradicada, seja de Espanha, da América Latina, de França, ou de qualquer outro continente, ou país!

Aprueban prohibir los delfinarios en México… ¡En 2067 o más tarde!

Hasta que mueran los que están por nacer entrará en vigor la prohibición de los delfinarios.

Aprueban prohibir los delfinarios en México... ¡En 2067 o más tarde!

Ciudad de México. La tarde del martes 25 de abril, la Cámara de Diputados aprobó la reforma al artículo 60 bis de la Ley General de Vida Silvestre. Con 242 votos a favor y 190 en contra, los diputados aprobaron la reforma impulsada por el Partido Verde. Ahora dicha reforma ha sido turnada al Senado para su revisión.

Cambios a Ley General de Vida Silvestre:

La prohibición supone la cancelación de operación de delfinarios y la reproducción en cautiverio de mamíferos. Aunque intereses ocultos lograron que se realizaran algunas modificaciones a la reforma inicial.

Esta iniciativa da margen a que la última generación de mamíferos marinos en cautiverio se reproduzca una vez más antes de prohibirlo definitivamente. Asimismo, quedan excluidos los ejemplares que pertenezcan al Gobierno Federal, a los Estatales y las Instituciones de Educación Superior acreditadas, así como los sujetos de investigación científica, tratamientos terapéuticos y actividades educativas. Existen lagunas constitucionales.

¿Qué pasa con la delfino-terapia? Se cree  que la emisión de las ondas ultrasónicas  estimulan áreas de atención  las áreas pisco motricidad, lenguaje y habilidades cognoscitivas. Estudios por la Universidad de Emory indican fallos en las metodologías de los estudios que la respaldan. Existe evidencia fundamentada de que los efectos son de corta duración y se considera complementaria a otros tratamientos médicos, tampoco es diferente a los efectos que se puede tener con un animal de compañía.

Negocio lucrativo la renta de ejemplares: Cada ejemplar tiene un costo de 700 mil pesos, en tan solo un año en sitios turísticos, un delfín puede generar hasta un millón de ganancias.

NUMERALIA

  • El 8% de la industria de cautiverio en delfines se encuentran en México, el más grande en Latinoamérica.
  • 35 años viven en promedio los delfines en condiciones de cautiverio.
  • 40 delfinarios se en encuentran en el país.
  • 48% fueron capturados y 52% nacieron en cautiverio
  • 70% de los delfinarios se encuentran en: Quintana Roo 21, Baja California 5, Guerrero 3, Nayarit 2, Jalisco 1, Guanajuato 1, Veracruz 1, Sonora 1.
  • Empresas: Dolphin Discovery, Delphinus, Dolphinaris, Dolphin Adventure, Delfiniti, Cabo Dolphins.

¡Se les explotara hasta su muerte! ¿CÓMO AYUDO? 

Los delfines te necesitan, se ha  turnado  al @SenadoMexico la iniciativa que promovió el Partido Verde en la @camaradediputados. Envía un mensaje en Twitter o comunícate con el Senador que te representa para evitar el cautiverio y la última crianza:

@DivaGastelum
@rgilzuarth
@ninfaSalinas
@MBarbosaMX
@Mario_delgado1
@AnaGabrielaGue
@DavidMonrealA
@zoerobledo
@LaydaSansores
@A_Encinas_R
@RiosPiterJaguar

¡PONTE EN ACCIÓN! LOS DELFINES Y DEMÁS MAMÍFEROS MARINOS NOS NECESITAN.