TAILÂNDIA Mais de 100 elefantes são devolvidos à natureza após fechamento de atracções turísticas

A pandemia trouxe um grande impacto ao sector de turismo. Em todo o mundo, milhares de atracções que dependem da circulação de pessoas estão fechando definitivamente suas actividades, entre elas, locais que lucram com a exposições e exploração de animais, como empresas de passeios de elefantes na Tailândia.

Empresários afirmam que sem a renda obtida através dos passeios não há recursos para alimentar os animais. Há mais de 2 mil elefantes mantidos em cativeiro para a actividade. É possível que muitos deles não sobrevivam ou sofram com a fome e é exactamente isso que Fundação Save Elephant quer evitar.

O santuário, que fica localizado na cidade tailandesa de Chiang Mai, está construindo uma relação com empresas de passeios de elefantes para garantir a libertação e soltura dos animais em seu habitat, a região de Mae Chaem, no Norte da Tailândia. Até agora, 100 elefantes já foram transportados de volta para casa.

Comerciantes que lucravam com a exploração de elefantes e tiveram a oportunidade de acompanhar os animais durante a viagem ficam surpresos com o quanto os elefantes ficaram felizes a rever seu lar e estarem finalmente livres. Muitos desses animais viveram aprisionados por mais de 20 anos.

A Fundação Save Elephant registrou toda a viagem e postou em seu perfil no Instagram. Confira aqui.

Fonte: ANDA