Consciência “Zoológicos são como prisões”, diz garotinho de 3 anos

https://i1.wp.com/www.anda.jor.br/wp-content/uploads/2017/01/n%C3%A3o-%C3%A9-justo.png

Após uma visita ao zoológico local com sua família, Ollie August, um menino de 3 anos que vive em Victoria, Austrália, compara o local a uma prisão, não compreendendo a razão pela qual os animais estão presos, já que não fizeram nada de errado.

” Isto não é certo, é como uma prisão!”, diz o garoto, indignado.

Em um discurso de emocionar, o menino de três anos derruba a indústria do zoológico, descrevendo os donos como “pessoas que não são legais” e dizendo que os animais “só querem ser livres”.

Vídeo com legendas em inglês:

Fonte: ANDA

Anúncios

Libertação Costa Rica quer fechar todos os seus zoológicos

Foto: Divulgação/Nation of Change

Em 2013, a Costa Rica anunciou que iria se tornar o primeiro país do mundo a fechar seus zoológicos e libertar todos os animais em cativeiro. Lar de 4% de todas as espécies conhecidas, a nação tropical é um dos locais de maior biodiversidade da Terra – uma das principais razões porque o turismo é a sua indústria número 1.

Infelizmente, o país está agora contratualmente obrigado a manter as portas de seus dois jardins zoológicos abertas por mais dez anos, após uma decisão do tribunal na semana passada. Ainda assim, as sus intenções (documentadas em 2013) são inspiradoras. Ativistas continuam apelando em favor do desejo do governo de transformar seus jardins zoológicos em parques sem jaulas. Segundo noticiou Nation of Change.

A Costa Rica tem planos de fechar seus dois jardins zoológicos mantidos pelo governo como parte de uma nova consciência ambiental emergente que questionar o domínio da humanidade sobre todas as criaturas.

“Estamos nos livrando das jaulas e reforçando a ideia de interação com a biodiversidade em parques botânicos de uma forma natural”, disse a ministra do Meio Ambiente René Castro.

Castro afirmou ainda: “Nós não queremos animais em cativeiro ou presos de forma alguma a menos que seja para resgatá-los ou salvá-los.”

Os contratos de gestão dos zoológicos existentes deveriam ter sido encerrados em 2014. Infelizmente, foi exigido na última semana que os zoológicos da Costa Rica permaneçam abertos por mais dez anos, devido a obrigações contratuais. Quando chegar o dia em que o país seja capaz de transformar seus zoológicos em parques, no entanto, os animais em cativeiro que puderem ser soltos na natureza serão cuidados em centros de resgate e santuários da vida selvagem no país.

Fonte: ANDA