CONTEÚDO ANDA Zoológicos promovem a captura e venda de animais selvagens ameaçados

https://i2.wp.com/www.anda.jor.br/wp-content/uploads/2017/04/zoo.jpg

Usuários das mídias sociais chinesas ficaram horrorizados com as descobertas de uma investigação de uma ONG local que revelou que zoológicos têm promovido a captura de animais selvagens para comercializá-los.

A China Biodiversity Conservation and Green Development Foundation (CBCGDF) divulgou um pequeno documentário de sua investigação sobre três zoológicos chineses privados.

A filmagem chocante inclui tigres extremamente magros confinados em gaiolas, uma python com deformidade, ursos potencialmente cegos e primatas com graves problemas de pele.

Além das imagens perturbadoras nas três instalações, funcionários de um zoológico confessam que ilegalmente perseguiram animais selvagens ameaçados para vendê-los para zoológicos maiores e parques sáfari em todo o país.

De acordo com a Animals Asia, o documentário mostra que os zoos perseguem espécies selvagens e protegidas com o objetivo de comercializá-las para outras instalações que mantêm animais em cativeiro.

https://i0.wp.com/www.anda.jor.br/wp-content/uploads/2017/04/ceg.jpg

Segundo a ONG, dos cerca de 400 zoológicos chineses, a maioria é privada e regulamentada. Muitos não são transparentes quanto ao número de animais que explora, nem suas origens e condições.

Um funcionário do Zoológico de Longyan Minxi, na província de Fujian, alegou que representantes do Zoológico de Ningbo compararam recentemente tigres e macacos de um visitante do local em janeiro deste ano. Posteriormente, o tigre foi baleado.

Além deste zoo, a CBCGDF visitou também o Zoológico de Tongling (na província de Anhui) e o Zoológico de Chaozhou (província de Guangdong).

As revelações chocantes, publicadas pela produtora Pear, foram vista quase quatro milhões de vezes em 24 horas após serem divulgadas no site de mídia social Weibo.

“As condições em que os animais são mantidos dentro dos zoológicos são totalmente inaceitáveis. Os tigres vivem em gaiolas sem qualquer enriquecimento e muitos claramente sofrem com ferimentos e doenças. Não há nenhum benefício educacional nestas instalações e parece que elas existem apenas para obter lucro. Como eles arrecadam dinheiro é a grande questão – quantos animais são abusados por essas centenas de instalações e de onde eles vêm? No momento ninguém sabe”, declarou Dave Neale, diretor de proteção animal da Animals Asia.

“Apoiamos totalmente o apelo da CBCGDF de que a China precisa urgentemente de normas de proteção animal para evitar esses abusos e a possibilidade de desrespeitar as leis nacionais sobre a caça de animais selvagens “, acrescentou.

Fonte: ANDA

Anúncios