CONTEÚDO ANDA Zoo que obriga tigres a executarem truques continua aberto na Tailândia

tige

Um tigre está em uma pequena plataforma e três círculos de fogo pairam a sua frente. Ele hesita por um segundo e, em seguida, percebe que não tem escolha e salta.

De alguma maneira ele consegue passar por todos os círculos, mas por pouco. Como se isso não fosse suficiente, mais tigres se enfileiram para executar exatamente o mesmo truque, segundo o The Dodo.

Esta é a vida no Zoológico de Tigres de Sriracha, em Pattaya, na Tailândia, onde tigres e outros animais são treinados e obrigados a fazer truques arriscados, enfrentando uma crueldade inimaginável.

Na verdade, seria impossível para os animais selvagens, como tigres e elefantes, “aprenderem” os truques sem espancamento ou abuso físico.

As condições de vida no zoológico são brutais: Um relatório de 2010 do grupo Proteção aos Animais do Mundo (WAP) constatou que 99% dos tigres em cativeiro na Tailândia vivem em “condições inadequadas ou severamente inadequadas.”

“O relatório despertou grandes preocupações com o bem-estar dos animais em todos os locais que exploram tigres como entretenimento,” afirmou Jan Schmidt-Burbach do WAP e conselheiro veterinário que mora em Bangkok.

Adam M. Roberts, CEO da Born Free dos Estados Unidos,concorda: “Eu revisitei o zoológico em 2013, e ele estava deplorável com vários tigres em uma única exibição”.

“Os recintos dos animais são pequenos e possuem piso e barras de concreto. Vários tigres estavam na piscina de água de cimento, o que provoca lutas entre os animais. É absolutamente inaceitável”, acrescentou.

Roberts visitou pela primeira vez o zoo de Sriracha em 2004 e na época descreveu a “debilidade e o medo” dos animais:

“Todos os animais aguardavam sua vez de realizar os truques em um túnel fechado, com treinadores constantemente cutucando-os com uma haste de aço através da malha de ferro. Os animais no show recebiam um tapa na face com a haste com bastante regularidade e a maioria parecia ter fraqueza severa em suas patas traseiras. Foi uma exibição dolorosa de testemunhar”.

Reprodução/Youtube,WinszzChannel

Um vídeo postado no YouTube em 2013 mostra alguns dos tigres cujo gabinete é uma espécie de galeria de tiro. Os animais estão enfraquecidos no concreto enquanto os turistas atiram “armas” em pedaços de metal amarradas acima dos tigres.

Há um tilintar constante. Ocasionalmente um visitante acerta um dos alvos, e um pedaço de comida cai na cova dos tigres.

De acordo com Roberts, há provavelmente entre 400 e 500 tigres em Sriracha, mas pode haver animais adicionais que não estão em exposição e não são utilizados para reprodução e shows.

A WAP estimou anteriormente que mais de 100 filhotes de tigre nascem em Sriracha cada ano.

Infelizmente, a crueldade não se limita aos tigres. Os elefantes alojados no zoológico também passam por um treinamento bárbaro, a fim de aprender truques absurdamente não naturais – como andar de bicicleta.

Reprodução/Flickr, DeanCroshere

Outros animais são colocados em situações que são inegavelmente perigosas, como um crocodilo que foi ensinado a permitir que uma pessoa descanse a cabeça na sua boca.

Em junho, as autoridades tailandesas resgataram 100 animais do famoso Templo do Tigre na Tailândia devido a denúncias de tráfico de animais.

Depois, os oficiais anunciaram que iriam inspecionar mais de 30 zoológicos, incluindo o de Sriracha. Porém, até agora, não está claro qual ação foi tomada e o zoológico ainda está listado no site oficial de turismo do país.

Fonte: ANDA

Anúncios