NA SECÇÃO DE “CULTURA”, DO CORREIO DA MANHÃ LÊ-SE: «TOUREIRO ENRIQUE PONCE COM LESÕES MUITO GRAVES APÓS COLHIDA DE TOURO»

Então isto não faz parte da CULTURA e da ARTE tauromáquicas?

Esperar o quê? Quem vai para uma arena atacar ferozmente, cruelmente, um animal sensível e dotado de instinto de sobrevivência e defesa, está sujeito a estas artes de dá e leva.

Enrique Poce.jpg
Momento em que o matador é colhido pelo matado (a ser)…

A notícia refere que se confirma o cenário mais duro para o matador espanhol Enrique Ponce, de 47 anos, colhido pelo touro ‘Declamador‘, de 532 kg, na corrida das Fallas de Valencia, na passada segunda-feira.

O Touro, muito legitimamente, ao defender-se do seu carrasco, deixou-lhe duas roturas de ligamentos no joelho, a tíbia e uma costela fracturadas e duas perfurações no glúteo. O matador estava ainda a recuperar de uma lesão no joelho esquerdo, que ficou completamente torcido na queda, após ter sido projectado pelo Touro. O seu apoderado e também sogro, Victoriano Valência, disse que o «Enrique tem a perna destroçada e está destroçado também».

Está a perna, está o matador e está também o Touro, que foi abatido, depois de barbaramente torturado, não esquecer.

Mas isto faz parte da cultura e arte tauromáquicas. Ou não faz? É disto que os sádicos gostam. Gostam de ver o matador torturar o Touro até à morte, e gostam de ver o Touro defender-se e deixar a sua marca nos seus torturadores. Tudo muito cultural e artístico.

Para quê tanta estranheza à volta disto?

O Touro é torturado barbaramente, e qualquer animal, incluindo o homem, quando se vê atacado por feras, instintivamente faz tudo para se defender. Umas vezes consegue. Outras, não. Este “Declamador” conseguiu. E uma vez que estava condenado a uma morte inglória, ainda teve forças para deixar a sua marca no carrasco.

Mas agora vem o mais insólito: diz a notícia que, ontem, Dia do Pai, este MATADOR DE TOUROS deveria receber do rei de Espanha o Prémio de Cultura (isto não é engano) para celebrar o dia do pai na companhia dos seus filhos e da família. Mas, coitado, foi obrigado a viajar para Madrid, onde deverá ser sujeito a uma intervenção cirúrgica, que o fará perder a maior parte da temporada tauromáquica. É menos uns Touros que tortura e mata.

Será que o rei de Espanha já se lembrou de conceder o Prémio de Cultura a Arturo Pérez-Reverte, ou a Carlos Ruiz Zafón, ou a Javier Cercas, ou a Almudena Grandes, grandes escritores espanhóis da actualidade? Ou a Literatura não será Cultura para o rei de Espanha? Se me quisessem dar a mim tal coisa, recusá-la-ia.

A falta que faz o Senso Comum!

Quando se dá o Prémio de Cultura a um matador de touros, não ficará tudo dito sobre a incultura de um povo?

(Nós cá também temos disto)

Isabel A. Ferreira

Fonte da imagem e da notícia:

https://www.cmjornal.pt/cultura/detalhe/toureiro-enrique-ponce-com-lesoes-muito-graves-apos-colhida-de-touro?fbclid=IwAR1cMiquST9-bqHnWWe_04PcZKpSLkx0IXWDSfeFuiDc8Ozv1SbvaIRPhQE

Fonte: Arco de Almedina

 

Anúncios

¡IMPIDE QUE VUELVA A CELEBRARSE EL “BOU EMBOLAT”!

Necesitamos tu ayuda para impedir que el “bou embolat” vuelva a celebrarse en las calles de Valencia. El Partido Popular presenta nuevamente una moción para que vuelvan a torturar animales por las calles de la ciudad.

¡Impide que vuelva a celebrarse el “bou embolat”!

Hace dos años que el “bou embolat” fue abolido en la ciudad de Valencia y pedanías por el gobierno de Compromís. Este jueves 26 de julio, el Partido Popular presentará una moción en el pleno del Ayuntamiento con la intención de que dicha atrocidad vuelva a instaurarse en las calles de la capital valenciana.

Debemos impedir que dicha moción tenga éxito.

En este momento, el Partido Popular (PP) cuenta con 10 consejales, Compromìs cuenta con 9, Ciudadanos (Cs) tiene 6,  el Partido Socialista Valenciano (PSPV) tiene 5 y Valencia En Comú posee 3 consejales. Necesitamos todos los votos que podamos conseguir.

Para ello te pedimos que dediques menos de dos minutos de tu tiempo ara enviar estos tuits a todos los grupos políticos presentes en el pleno:

¡Si envías más tuits de tu creación, multiplicarás tu ayuda!

Y si puedes, firma nuestra petición contra los festejos populares con toros en nuestra página www.correbous.org: