Exploração Trinta e dois leões são libertados de circo no Peru

Foto: Animal Defense International

Trinta e dois leões foram libertados do cativeiro, em uma apreensão recente em um circo do Peru. Os leões estavam muito desnutridos e feridos, e apresentavam claros distúrbios mentais por terem sido forçados a viver em pequenas jaulas quando não estavam performando. Muitos deles tinham os seus dentes quebrados e as garras removidas, para preveni-los de atacarem os treinadores quando eles eram abusados. As informações são do One Green Planet.
"Eles Eles estavam sem garras e dentes, e apresentavam sinais de trauma e distúrbios mentais, pelo confinamento e maus tratos

Joseph, um dos leões libertados, ficou cego de um olho devido ao desenvolvimento de uma catarata. Segundo a reportagem, a doença era tratável e poderia ter sido evitada se os seus tratadores tivessem feito o mínimo esforço para lhe oferecer cuidados médicos básicos. Como se não bastasse, alguns desses tratadores até mesmo o apelidaram de “cego”, escarnecendo-se de sua condição.
Todos os animais que foram resgatados alcançaram a sua liberdade graças ao incrível trabalho da ONG Animal Defenders International (ADI). O resgate foi resultado de uma campanha que durou vários meses chamada “Operation of Spirit Freedom” (“Operação de Liberdade de Espírito”). Mais de 90 animais já foram resgatados nesta campanha.
Eles viviam todos amontoados em pequenas jaulas. Foto: ADI
Os leões serão levados de volta à África do Sul, por via aérea. Eles serão mantidos em grandes cercados para que sejam reabilitados no santuário de felinos Emoya Big Cat. Circos não são divertidos para os animais, e não há argumento para refutar isso. Infelizmente, o grande público ainda não se deu conta da infinidade de efeitos negativos que os circos causam nos animais que exploram. Mas as coisas estão melhorando – com a exposição de histórias como a destes leões, que lançam luz à situação aflitiva dos animais nesse tipo de estabelecimentos.

Um dos leões resgatados sendo cuidado por veterinários e voluntários da ONG. Foto: ADI Um dos leões resgatados sendo cuidado por veterinários e voluntários da ONG

Fonte: ANDA

***

Os circos com animais não-humanos, são uma actividade Cruel e Bárbara. É uma actividade, que não respeita o bem-estar dos animais. Respeitar o bem-estar dos animais de circo, é não os ter nos circos. É ter circos sem animais!

Não sejas conivente com circos com animais não-humanos. Não vás aos circos com animais não-humanos.

circos

Cruelty of circus 17º

8a30a15eb40870d874dd9f27199b46da

Anúncios