Repelir esta aberração de Portugal.

14994607_ON3Ho

Esta é uma aberração que já não tem lugar em Portugal, em pleno Século 21.
Esta aberração chamada tauromaquia, é própria da Idade Média, mas não do século em que nos encontramos.

Quem quer manter esta prática em Portugal, dando mau nome ao nosso país, pelos quatro do mundo, está a ver, ano após ano, as praças de touros cada vez mais vazias de publico.

Mesmo entre aqueles que defendem esta prática, aumenta a consciência de que esta prática tem de ser erradicada.

Mesmo entre aqueles que defendem esta prática, a percepção de que esta prática, é cruel, é bárbara, aumenta cada vez mais.

Cada vez mais, só uma pequena minoria em Portugal, defende a tauromaquia. Uma pequena minoria de gente fria, de gente sem valores, como a empatia e a compaixão.

Este ano de 2015, vai ser mais um ano, em que as praças de touros vão estar ás moscas, continuando assim o seu franco declínio.
-Então pergunto: se a tauromaquia em Portugal está em franco declínio, porquê que que a cada vez mais pequena minoria que a defende quer que ela continue? –E a resposta a esta pergunta é simples. É por causa dos subsídios que recebem, do Estado e da União Europeia. Ou seja; para eles, os 16.000.000 de € que anualmente recebem, do Estado e da União Europeia, são bem mais importantes do que o bem-estar; a felicidade; a vida, dos seres sensíveis, que eles barbaramente torturam, em nome dos milhões de € que a cada ano recebem!

Esta venal prática vai ser abolida de Portugal, mais depressa do que a cada vez mais reduzida minoria que a defende, pensa!

As pessoas que maltratam animais são insensíveis

Mário Amorim

Anúncios