O FINANCIAMENTO DA SELVAJARIA TAUROMÁQUICA PELA UNIÃO EUROPEIA MOSTRA A BAIXEZA DE CARÁCTER DE QUEM APROVA TAL ROUBO

Eu também não quero continuar a financiar as touradas com os meus impostos, mas que outra opção tenho, se me vêm ao bolso e roubam descaradamente, e nem sequer tenho como fazer queixa desse roubo, porque não há a quem me queixar…?

E deste modo os ladrões ficam impunes.

E as duas dezenas de famílias ricas mas broncas, que beneficiam deste financiamento, continuam a cometer biocídio também, impunemente.

 E isto provoca náuseas, a mim e às pedras da rua.

Origem da imagem:

https://www.facebook.com/Basta.pt/photos/a.472890756075069.108951.143034799060668/833040216726786/?type=1&theater

***

Faço minhas as palavras da Isabel.

**

Convém dizer de que ainda estou à espera da resposta dos Anti-Taurinos da “Prótoiro”, ao desafio que lhes fiz, aqui no meu blog, de provarem documental e publicamente, o afirmarem de que a Tauromaquia subsidia-se a si própria; de que a Tauromaquia em Portugal, não é subsidiada pelo Estado e pela União Europeia.

Os Anti-Taurinos da “Prótoiro”, negam sempre tudo. Negam que o touro e o cavalo, não são torturados, física e psicologicamente na tauromaquia. E negam, também, de que a tauromaquia ainda existe em Portugal, às custas dos apoios que recebe, do Estado e da União Europeia. Os Anti-Taurinos da “Prótoiro” negam sempre isto, mas ao mesmo tempo, não vêm a publico dizer, publicamente: estão aqui as provas documentais, incluindo um estudo ético e cientifico, que foi publicado numa revista cientifica internacional, que prova que sempre tivemos razão!

Mário Amorim

Anúncios