Debate…

A Tortura não é Cultura

BASTA DE TOURADAS

Ontem à noite, assisti na SIC Notícias um debate sobre a decisão de hoje no Parlamento, entre a Rita Silva e um representante, da PRÓTOTO(digo prótoto, porque quem é pela tortura para com o touro, não se pode chamar de “Pró-toiro”. Pró-touro, somos todos nós, anti-tourada).

A Rita Silva esteve muito bem.
Quanto ao representante da PRÓTOTO, esteve verdadeiramente patético. Foi verdadeiramente confrangedor ouvi-lo. Ele limitou-se a ser mais do mesmo. Foi para o debate, com um CD Riscado na garganta.

Já a Rita Silva, demonstrou claramente para com o execrável sujeito que participava com ela no debate, que as touradas prejudicam gravemente o bem-estar psicológico das crianças, tanto as que participam, como as que vêm. Ela demonstrou-o utilizando as palavras claras da ONU. E nesse momento, foi claro que o execrável representante da PRÓTOTO, estava com um caroço de pêssego na garganta, tal era a sua atrapalhação.

Depois, num acto deselegante e mal educado; aliás, ao estilo dos defensores da tauromaquia, interrompeu a Rita Silva.

As crianças ao serem expostas à violência, no caso sobre o touro, tanto a participar como a ver, são claramente prejudicadas. E se a PRÓTOTO acha que não é assim, então que nos mostre um estudo cientifico e ético, que tenha sido realizado por Psicólogos e por Psicólogos Forenses, que nos prove que não é assim.

Os meus parabéns à Rita Silva. Mais uma vez digo que ela esteve muito bem, no debate de ontem à noite!

Agora resta esperar pela decisão de hoje no Parlamento!

Mário Amorim

Anúncios