Realidade II

Imagem para blog

As gentes que giram em volta da Tauromaquia em Portugal, são Máfia. São muito perigosos. São capaz capazes de tudo para defender a sua venal prática. Agem, para e nas praças de touros, a coberto dos nossos legisladores, que na sua maioria os apoiam. Agem para e nas praças de touros, a coberto dos subsídios públicos que recebem, da União Europeia, e do Estado português. Agem para e nas praças de touros, a coberto dos 16000000 de € que anualmente recebem, para poderem continuar a torturar física e psicologicamente o touro e o cavalo, nas praças de touros. E sem esses subsídios, que ano após ano recebem, tauromaquia já não existiria em Portugal.

Esta é a realidade, em Portugal, das gentes que giram em volta da tauromaquia!

Mário Amorim

Anúncios