Mais uma prova de que os animais não-humanos têm sentimentos! Elefante chora ao ser libertado após 50 anos de maus tratos

É a história que está a chocar não só a Índia, mas o Mundo. O elefante Raju foi abusado, espancado e obrigado a viver em péssimas condições durante 50 anos. Quando foi libertado, no na sexta-feira passada, os seus ‘salvadores’ afirmam que o animal chorou de alívio.

A organização por detrás desta missão de salvamento foi a Wildlife SOS, criada em 1995. Raju tem cerca de 50 anos e foi capturado quando ainda era bebé, tendo sido vendido várias vezes ao longo da sua vida.Forçado a trabalhar como animal de carga, o elefante ficava 24 horas acorrentado, sendo obrigado a passar a noite em condições degradantes. Estas correntes deixaram-no com várias feridas.Foram precisos várias semanas para organizar e realizar o resgate de Raju, mas este acabou por acontecer graças a 10 veterinários da Wildlife SOS, 20 membros da Comissão Florestal daquele país e dois polícias.

Assim que se deu o salvamento, o animal mostrou que estava aliviado por finalmente sair daquela situação: “A equipa ficou boquiaberta quando viu lágrimas a correrem-lhe pelo focinho durante o resgate”, disse Pooja Binepal, porta-voz da Wildlife SOS, ao Mirror. “Foi incrível, percebemos logo que ele sabia que estava a ser libertado. Os elefantes são majestosos e muito inteligentes. Nem dá para imaginar o que este animal passou ao longo de meio século”, afirmou, desta vez ao Huffington Post.

Raju foi levado para o Centro de Tratamento e Conservação de Elefantes, em Mathura, Índia. Tendo em conta que os elefantes costumam viver cerca de 70 anos, a Wildlife SOS espera que este animal ainda consiga gozar pelo menos 10 anos da sua vida em liberdade.

Fonte: ionline

Anúncios

Quem diz que os elefantes não choram? (com FOTOS)

Quem diz que os elefantes não choram? (com FOTOS)

 

Quem diz que os elefantes não choram? (com FOTOS) 

Durante cinquenta anos, o elefante Raju foi agredido, mantido em correntes e abusado, na Índia natal, depois de ter sido capturado e colocado a pedir esmolas a turistas. Na noite da última sexta-feira, Raju foi finalmente libertado, depois de uma operação secreta entre a ONG britânica Wildlife SOS, a polícia e departamento de ambiente locais.

Segundo a imprensa inglesa, a libertação de Raju deveu-se à actuação da Wildlife SOS, que viajou de Londres para o “raptar” e andar 560 quilómetros com ele – num camião -, até uma área de conservação da região de Uttar Pradesh.

Há 50 anos, Raju foi raptado pelo seu proprietário, torturado e obrigado a pedir esmolas com a sua tromba – durante todo este tempo, ele sobreviveu da alimentação dos turistas, incluindo plástico e papel.

“Foi um resgate muito emotivo. Ele passou 50 anos agarrado por correntes 24 horas por dia, um acto de crueldade intolerável”, explicou Pooja Binepal, porta-voz da ONG britânica. De acordo com o fundador da Wildlife SOS, Kartrick Satyanarayan, a equipa ficou chocada com o estado de Raju, mas mais impressionada ainda quando, depois da libertação, ele começou a chorar.

“Ficámos sem reacção quando vimos lágrimas a rolarem pela sua cara durante o resgate. Foi incrível, ele sabia que estava a ser libertado”, explicou. “Os elefantes não são apenas majestosos, mas também animais muito inteligentes, que têm sentimentos ligados à saudade”.

Este “rapto” corajoso começou a ser pensado há um ano, quando a ONG foi alertada par o estado de Raju pelo Departamento de Florestas de Uttar Pradesh. Apesar de o proprietário não ter papeis que provassem a legalidade de possuir um elefante, o salvamento de Raju foi arriscado.

Veja algumas das fotos do antes e depois do cativeiro de Raju aqui

Fonte: http://greensavers.sapo.pt/2014/07/07/quem-diz-que-os-elefantes-nao-choram-com-fotos/