Pró-touradas – Liberdade???

Pró-touradas - Liberdade

Um dos argumentos mais patéticos e mais frequentemente utilizado pelos pró-touradas é a LIBERDADE. Disse e repito; este argumento é patético.

E a liberdade do touro, de não ser torturado, física a psicologicamente, para gáudio deles, para deleite deles, onde fica?

A liberdade dos pró-touradas acaba, quando começa a liberdade do touro de não ser torturado, física e psicologicamente numa praça de touros.

O touro tem o mesmo direito que eles. Tal como eles o touro, tem o mesmo direito a ser livre, desde o seu nascimento. O touro tem o mesmo direito que eles, a ser feliz, desde o seu nascimento à sua morte. E o mesmo acontece com o cavalo.

E se fossem eles que tivessem no lugar do touro, na arena de uma praça de touros, e levar com todas aquelas farpas no corpo. Será que gostariam. Será que gostariam de passar por todo o sofrimento, físico e psicológico que o touro passa, na arena de uma praça de touros. Será que gostariam de morrer como o touro, numa praça de touros?
-Como diz o ditado; pimenta no cu dos outros é refresco!

O que lhes dá o direito de achar que o touro gosta de levar com todas aquelas farpas, e com isso sofrer inenarravelmente?
-Eles não têm o direito de achar isso. Eles não têm esse direito!

Por conseguinte, a LIBERDADE está completamente do lado do touro e do cavalo.
A LIBERDADE de viverem livres, em paz e sossego, desde o seu nascimento à sua morte, no local onde nascem.

A LIBERDADE está completamente do lado do touro e do cavalo, de não serem torturados, física e psicologicamente, numa praça de touros, para gáudio dos pró-touradas, para deleite dos pró-touradas!

Mário Amorim

Anúncios