Há um plano para salvar o primata mais raro do mundo

https://i1.wp.com/greensavers.sapo.pt/files/gibao_SAPO.jpeg

O gibão-de-hainan (Nomascus Hainanus) é o primata mais raro do mundo: existem apenas 25 espécimes. Uma vez que a conservação deste primata é da maior urgência, uma equipa internacional de mais de 100 cientistas, decisores políticos e líderes locais publicou recentemente um plano com as linhas orientadoras para a conservação da espécie.

Os 25 gibões remanescentes habitam em menos de 20 quilómetros quadrados de floresta na ilha de Hainan, na China. Nos anos 1950 existiam cerca de 2.000 gibões-de-hainan, mas desde então têm vindo a desaparecer devido à caça e destruição de habitat. “Esta espécie enfrenta um elevado risco de extinção devido ao seu isolamento e à reduzida dimensão da população”, lê-se num comunicado da Sociedade Zoológica de Londres, entidade que lidera a iniciativa, cita o Guardian.

O plano identifica mais de 40 acções necessárias para aumentar a população e garantir a sua sobrevivência a longo prazo. Entre as várias medidas destaca-se o reforço da monitorização dos primatas, a criação de corredores artificias entre os fragmentos de floresta para a expansão do habitat e a redução da perturbação humana.

Fonte: Greensavers

Anúncios