Pilar del Rio apela a “libertação de Luaty Beirão e dos seus companheiros detidos”

Na missiva, Pilar del Rio assinala o seu “empenho em acompanhar estas expressões da cultura, da rebeldia dos jovens, da grande união que representa o compromisso com os direitos humanos”.

“O silêncio seria triste e desistente perante este risco de vida”, destaca.

“Exmo Sr Presidente da República Popular de Angola, Eng. José Eduardo dos Santos, Venho junto de si apelar à libertação de Luaty Beirão e dos seus companheiros detidos, porque está nas suas mãos salvar esta vida e proteger os direitos de liberdade de opinião destes jovens e de todos os cidadãos de Angola.

Tenho acompanhado este caso com preocupação e emoção e espero que prevaleçam os princípios do respeito pela justiça sobre todas as atitudes que desmerecem a democracia.

Devo dizer-lhe, Senhor Presidente, que sou uma admiradora da luta do povo angolano pela sua independência, pelo fim da trágica guerra civil e pela paz, e que tenho vibrado com os grandes contributos que escritores, músicos e outros artistas angolanos têm trazido para a cultura africana e universal.

Estou certa de que compreende por isso o meu empenho em acompanhar estas expressões da cultura, da rebeldia dos jovens, da grande união que representa o compromisso com os direitos humanos.

O silêncio seria triste e desistente perante este risco de vida.

Salve Luaty Beirão, Senhor Presidente”.

Fonte: Esquerda.net

 

Anúncios