CONTEÚDO ANDA Petição pede o fim da “caça ao troféu” que mata animais nos EUA

Prática ocorre na África e no estado do Texas e consiste em voltar para casa com pedaços dos animais assassinados como “prêmio”.

Todos os animais, sejam selvagens ou domésticos, devem ser respeitados e protegidos pela raça humana. Porém, como se sabe, muitos são vistos frequentemente como meros objetos ou mercadoria.

A “trophy hunt” (caça ao troféu) é um tipo de caça em que o humano leva partes do animal para casa como uma espécie de prêmio. Essa questão foi colocada em evidência com a trágica história de Cecil, o leão.

Nos países da África existe o maior número de campos de criação para caça. Atualmente essa caça ao troféu também está presente nos Estados Unidos, particularmente no Texas, onde aquele que tem muito dinheiro pra gastar, e nenhuma consciência ou empatia, paga dezenas de milhares de dólares para caçar animais selvagens criados estritamente para atender ao negócio mortal da caça.

Uma petição da Care2 afirma que animais em perigo, como gnus negros, antílopes bongo e sitatungas (espécie de veado) são criados para serem vítimas da exploração para caça ao troféu em locais como o rancho Ox, que fica algumas horas de distância de San Antonio, no Texas.

Mantidos em áreas cercadas, esses animais são injustamente transformados em alvos de tiro por caçadores ricos que praticam o ato cruel apenas para se gabarem. Isso não é maneira de apoiar os esforços de conservação animal e coloca uma luz terrível sobre o estado do Texas.

O povo dos EUA se opõe à “caça ao troféu”

O povo tem o grande poder de gerar uma mudança séria. Um bilionário americano lançou um programa de “caça ao troféu” na televisão no início deste ano, que foi rapidamente cancelado após um grande protesto.

Considerando isso, a sua voz pode fazer a diferença verdadeiramente. Então reserve alguns minutos para assinar a petição endereçada ao governador do Texas, Greg Abbott, pedindo a proibição desses empreendimentos de caça e solicitando que investigações sejam feitas a respeito das violações de importantes leis de proteção animal.

E por favor, lembre-se de compartilhar com a sua rede de contatos para aumentar o conhecimento das pessoas sobre essa séria questão que afeta todo o planeta.

Fonte: ANDA

Anúncios