Pedido de socorro Urso polar é fotografado a “rezar” para que temperatura diminua no Alasca (corrigi para português correcto)

A mudança climática tem diminuído a presença da neve e derretido geleiras em regiões polares, afectando a vida dos ursos

Um urso polar parecia estar rezando por melhorias no clima, depois de ser visto colocando suas enormes patas juntas e olhando para o céu.

A fotógrafa Shayne McGuire capturou o urso em Barter Island, Alaska, no dia 7 de outubro. Na foto, o filhote aparece a olhar para o céu e pedindo intervenção divina na situação actual do animal.


O filhote de urso polar foi fotografado em oração com suas patas juntas enquanto ele espera pela neve

As temperaturas em seu habitat no Alasca são mais altas do que o normal e, como resultado, a matilha ficou encalhada em terra esperando que o gelo congelasse.

Até que as temperaturas caiam e mais gelo congele após o derretimento durante a primavera, os ursos polares não podem ir e encontrar alimentos.

O urso juvenil do sexo masculino fez o apelo a um poder superior pouco antes de ir dormir, enquanto sua mãe e sua irmã já estavam cochilando.


O urso parecia estar em busca de uma intervenção divina para o início do inverno

“Era hora de dormir para o urso, sua mãe e sua irmã já haviam se enrolado, mas lá estava ele, contemplando alguma coisa, que nunca saberemos”, afirma McGuire.

Ela conta que o seu grupo estava conversando sobre a falta de neve e o sol estar saindo e aumentando o calor no local. Nesse mesmo momento, o urso olhou para o céu e levantou a cabeça e as patas e um dos acompanhantes da profissional disse “ele está a rezar para que o gelo congele”.

“É no final da temporada e ainda há muito pouca neve. Eu tenho visto o aquecimento global afetar seu habitat. Tenho ido ao Alasca desde 2013 e sempre houve neve no final de setembro, início de outubro.

“Em 2015, houve tempestades e a neve foi profunda. Desde então, tenho estado no início de outubro a meados de outubro e tive um pouco de gelo, muito pouca neve”.


Esta foto tirada em 2014, também na Barter Island, no Alasca, mostra quão diferentes os níveis de neve são comparados com 2018

“Quando ele terminou, ele voltou para sua mãe e irmã para se enrolar e eu disse ‘bem, todo mundo não reza antes de ir para a cama?’”, ela completa.

Fonte: ANDA