CONTEÚDO ANDA País de Gales irá proibir a exploração de animais selvagens em circos

O País de Gales fez um anúncio oficial de que planeja apresentar uma lei para proibir a exploração de animais selvagens em circos

.A RSPCA Cymru compartilhou a notícia em seu site e em sua página no Facebook. A organização de proteção animal lidera a campanha sobre o tema há aproximadamente duas décadas e conseguiu mais de nove mil assinantes de uma petição que pede medidas contra o uso de animais nesses estabelecimentos.

Embora não existam circos sediados no País de Gales, há apresentações de circos itinerantes e 74% da população apoia a proibição, segundo o World Animal News.

Segundo organização, um anúncio foi feito anteriormente sobre a introdução de um regime de licenciamento para exibições itinerantes de animais (MAEs) no País de Gales, incluindo circos, mas o governo confirmou que “está explorando oportunidades para apresentar uma lei para proibir a utilização da vida selvagem em circos no País de Gales”.

“Esta proibição faz uma grande declaração sobre o quanto o bem-estar dos animais é considerado no País de Gales e como esse país quer tratar nossos seres vivos”, declarou Claire Lawson, diretora adjunta de relações externas da RSPCA Cymru.

“A RSPCA Cymru trabalhará em colaboração com o governo galês e todas as partes interessadas para assegurar que essa proibição se transforme em realidade o mais rapidamente possível”, completou.

Em dezembro de 2017, a Escócia proibiu o uso de animais em circos, a Inglaterra se comprometeu a adotar medidas contra isso e uma proibição entrou em vigor na República da Irlanda em 1º de janeiro desde ano.

Fonte: ANDA