Como digo há muitos anos…

Como digo há muitos anos, sete em cada dez defensores da tauromaquia, são pessoas com quem é impossível conversar. Os defensores da tauromaquia, na sua maioria são muito gente perigosa.

De há uns anos para cá, em França, em Portugal, em Espanha e nos países da América Latina, temos assistido a agressões físicas de defensores da tauromaquia, a pacíficos anti-tourada, que pacificamente defendem o bem-estar, e felicidade do touro e do cavalo.

Mais de noventa porcento dos defensores da tauromaquia, são gente muito perigosa. São gente que é capaz de tudo para defender a prática bárbara e assassina que defendem!

Mário Amorim

Anúncios