ATENÇÃO E CUIDADO Ursa polar desnutrida que revirava lixo atrás de comida passa por tratamento e se recupera

Marta foi flagrada em Junho caminhando no meio da cidade russa de Norilsk, vagando entre os carros e revirando restos em busca de comida. Magra e doente a ursa foi recolhida e tratada
Martha atualmente | Foto: Aleksandr Kuznetsov
Martha actualmente 

Uma ursa polar magra e desnutrida que foi encontrada vagando pelas ruas de uma cidade russa depois de caminhar por quase 1.000 milhas de seu lar e habitat no Ártico -no auge do verão – se recuperou e está pronta para voltar para casa.

Imagens da ursa que sofria de “desnutrição extrema” correram o mundo depois que ela foi fotografada vasculhando o depósito de lixo na cidade de Norilsk em Junho.

Mas a ursa – que foi baptizada de Marta – agora está saudável novamente. Para poder tratá-la os especialistas tiveram que sedá-la e levá-la em um voo por cerca de 1550 quilómetros para Krasnoyarsk, para que ela pudesse ser reabilitada.

Infelizmente o único local que contava com os equipamentos, medicamentos, profissionais e alojamento adequado para atender Martha no país era o centro de reabilitação em um zoológico.

Em unho, a ursa pesava apenas algo em torno de 100 kg. Seu peso aumentou para 152 kg depois que ela recebeu uma dieta especial de carne crua, peixe fresco e codornas.

Novas fotos recentes de Marta agora mostram a ursa parecendo mais feliz e brincando em sua própria piscina.

Um porta-voz do centro de reabilitação onde ela foi tratada, Royev Ruchei, disse: “Durante meses, os veterinários literalmente lutaram por sua vida”.

Uma dieta especial foi elaborada juntamente com o tratamento recomendado para ela. Seu peso era verificado diariamente.

A ursa quando foi encontrada, revirando lixo | Foto: Zapolyarnaya Pravda/The Siberian
A ursa quando foi encontrada, revirando lixo 

“Hoje ela pesa pouco mais de 150 kg, está se sentindo muito, muito melhor, como se pode ver”, disse o porta-voz.

Agora ela está oficialmente “fora de perigo”, embora a data de sua volta à natureza ainda não tenha sido divulgada.

Um vídeo feito na cidade de Krasnoyarsk mostra como a ursa melhorou.

Ainda não está claro como foi que a ursa polar apareceu tão longe de casa na costa do Árctico quando se aventurou em Norilsk e foi filmada na cidade.

Ela foi o primeiro urso polar visto na cidade em meio século.

Ursa vagando pela cidade russa | Foto: Zapolyarnaya Pravda/The Siberian
Ursa vagando pela cidade russa 

Uma teoria é que ela percorreu pelo menos 335 milhas para o interior do continente – o que esses animais geralmente não fazem.

Outra é que ela foi capturada por caçadores como filhote e criada em cativeiro, e depois fugiu ou foi libertada, o que pode explicar porque ela não tinha medo de humanos quando estava na cidade.

Quando capturada pela primeira vez em Junho, a ursa estava surpreendentemente calma e à vontade ao ser colocada na jaula.

Martha atualmente, expressão renovada | Foto: Aleksandr Kuznetsov
Martha actualmente, expressão renovada 

Isso poderia significar que a Martha enfrentará dificuldades se ela for devolvida à natureza.

Alguns especialistas aventam a possibilidade dela viver em cativeiro caso seja considerada muito mansa para ser mandada de volta ao Árctico.

No entanto nenhuma informação oficial foi divulgada até o momento segundo o Daily Mail.

Fonte: ANDA