Cancelada uma tourada em Baião! :)

= Última hora =
Cancelada uma tourada em Baião! 🙂
E, ainda melhor, mais umas quantas touradas serão canceladas este ano. Com tantos protestos de que a tauromaquia é alvo e com praças ambulantes sem o mínimo de condições…

 

Fonte: Marinhenses Anti-Touradas

***

Notícia fantástica!
Mais um acontecimento que mostra que a tauromaquia está cada vez mais perto do fim, em Portugal!

Mário Amorim

Anúncios

NA ILHA DAS FLORES (AÇORES) NÃO HÁ TRADIÇÃO DE TOURADAS NEM DE VACADAS

Mas este ano, pela primeira vez, o presidente da Câmara Municipal desta ilha, que é adepto de selvajaria tauromáquica, pretende impô-las, com o apoio da igreja que se diz católica, e logo na festa do Senhor Santo Cristo, remando contra a maré da evolução, como se o Santo Cristo aprovasse a tortura das criaturas de Deus.

Por isso é importante que assinem e divulguem esta petição:

https://www.change.org/p/senhor-bispo-d-jo%C3%A3o-lavrador-senhor-santo-cristo-das-lages-das-flores-sem-vacada

SANTO CRISTO.jpg

No próximo dia 30 de Julho está programada a realização de uma “vacada”, integrada no programa da festa do Senhor Santo Cristo, na freguesia da Fazenda, concelho das Lajes das Flores.

– Considerando que as touradas ou “vacadas” em nada contribuem para educar os cidadãos para o respeito aos animais, além de causarem sofrimento aos mesmos;

– Considerando que põem em risco, de forma absurda, a integridade física e até em algumas ocasiões a vida das pessoas;

Considerando que não há tradição ou divertimento que justifiquem o sofrimento e maus tratos a um animal, não havendo nem sequer qualquer tipo de tradição para este tipo de “espectáculos” no Município das Lajes das Flores;

Considerando que o Município das Lajes deveria corresponder aos critérios do galardão de reserva da biosfera, como um exemplo de respeito pela natureza, pelo ambiente e pelos animais, não ficando associada a sua imagem à prática deste tipo de eventos retrógrados;

Considerando também que a Igreja Católica deveria ter uma posição clara relativamente às touradas, que foram condenadas e proibidas pelo Papa Pio V, que as considerava como espectáculos alheios de caridade cristã;

Vimos apelar a V. Ex.ª para que seja retirada a licença municipal à realização deste evento e que a “vacada” seja retirada do programa da festa do Senhor Santo Cristo.

Fontes: Arco de Almedina
Marinhenses Anti-touradas

Um morto nas largadas de touros de Azambuja

Que tristeza 😦

Um homem, com cerca de 60 anos, faleceu na madrugada de sábado durante uma das largadas de touros da Feira de Maio, que termina esta segunda-feira, 1 de junho, em Azambuja.

Contactado pela Rede Regional, o presidente da autarquia, Luís Sousa, confirmou a morte que ocorreu quando a vítima sofreu uma forte cabeçada de um dos touros da noite na zona do coração. O impacto provocou um derrame interno na artéria aorta, um ferimento fatal para o sexagenário.

Luís Sousa lamenta esta morte, a que se juntam mais 6 feridos, 2 deles em estado grave, mas recorda que o perigo está sempre subjacente à festa brava e, nesse aspeto, diz este ano os touros têm merecido fortes elogios pela sua bravura.

A Feira de Maio de Azambuja iniciou-se na quinta-feira, dia 28 de maio, e tem sido uma das mais concorridas dos últimos anos. O presidente da autarquia fala mesmo “numa enorme adesão” a todas as iniciativas e acredita que na tarde deste domingo o cenário se vai repetir.

O momento alto deste penúltimo dia de feira (último dia de maio) vai ser a tradicional corrida de toiros à portuguesa na praça Ortigão Costa, marcada para as 17h00.

Fonte: http://www.rederegional.com/index.php/sociedades/12681-um-morto-nas-largadas-de-touros-de-azambuja

Via Marinhenses Anti-Touradas

Nem tudo é mau!

Mais uma enorme ausência de público numa tourada.
Aspecto das bancadas, hoje, em Coruche, Portugal.

 

Fonte: Marinhenses Anti-Touradas

***

Mais uma prova de que a tourada está cada vez mais perto da Abolição em Portugal.

= Crianças Usadas como “Isco” pela Indústria Tauromáquica =

Eis a prova de que a tauromaquia está a chegar ao fim e de que vale mesmo tudo na tentativa de compor a lotação das praças! Na foto, pode ver-se um toureiro a oferecer bilhetes para touradas a crianças, com menos de 10 anos de idade! Um escândalo! Hoje, esteve em duas escolas, e já tem agendadas mais visitas a outras. Segundo afirmou à rádio Elvas (note-se que as palavras que se seguem são do próprio), o objectivo é:
– “Sensibilizar as crianças e os mais novos para que cada vez acudirem mais às praças de toiros e criar aficionados logo desde pequeninos porque é uma tradição que se está a perder aos poucos e poucos, se não formos nós próprios dentro da festa a criar esses aficionados e a divulgar o que é a corrida de toiros e mostrar o que é a nossa tradição aos mais novos, para que puxem os pais e puxem os avós para enchermos as praças”.
[Artigo na Rádio Elvas:http://www.radioelvas.com/index.php?option=com_content&view=article&id=23722%3Amarcos-tenorio-divulga-tauromaquia-nas-escolas-de-elvas&catid=1%3Aregional&Itemid=25]

Fonte: Marinhenses Anti-Touradas

***

E a lei, em Portugal continua a permitir que esta gente tenha este tipo de atitude para com crianças. E a lei, em Portugal, continua a permitir que esta gente corrompa crianças, querendo destruí-las psicologicamente. É uma vergonha!

Este é o Silvério. O Silvério acabou, agora mesmo, de ser torturado em Lisboa.

Este é o Silvério. O Silvério acabou, agora mesmo, de ser torturado em Lisboa. Em condições normais, a esta hora estaria a dormir. Mas tendo em conta que continua a ser legalmente permitido torturar animais em praça pública, acabou de ser estraçalhado ao som de aplausos, olés e até música. De seguida, será abatido. Durante o abate, muitas das pessoas que o viram começar a morrer na arena vão estar a celebrar, sabe-se lá o quê, numa discoteca da capital, em que o acesso é gratuito mediante a apresentação do bilhete da tourada. A tortura, e morte, do Silvério contará para as estatísticas. Cada animal que tem o mesmo destino é convertido numa unidade. Seja qual for o somatório anual de todas estas “unidades”, e por mais que seja inferior ao de 2014, os defensores das touradas dirão que 2015 foi “um ano muito bom” para a tauromaquia. Os números vão decrescendo, ano após ano, mas eles dizem sempre a mesma coisa: foi “muito bom; muito bom”! Pena que não consigam entender que este será mais um ano muito mau para os animais. Consola-nos, de alguma forma, saber que somos cada vez mais os que não admitem que se torturem animais. As touradas vão acabar.

Fonte: http://mgranti-touradas.blogspot.pt/

Sugira aos CTT que DEIXEM DE VENDER BILHETES PARA TOURADAS. A tauromaquia é uma actividade cruel para os animais e não deve ser apoiada.

imagem não apresentada

Deixe a sua sugestão em:  https://www.ctt.pt/home/form-contacto.html?com.dotmarketing.htmlpage.language=3

Fonte: Marinhenses Anti-Touradas