Psicopata: ele está mais perto do que você pode imaginar

Os psicopatas estão entre nós. Conheçam as principais características daqueles que possuem algum grau de psicopatia.

O psicopata pode estar ao seu lado

De acordo com os estudiosos sobre a psicologia humana, em cada grupo de cem indivíduos existem três a quatro pessoas que possuem algum tipo de psicopatia. Sendo assim é possível afirmar que convivemos diariamente com um psicopata. O psicopata inicialmente se mostra como uma pessoa solícita, simpática, educada, inteligente e extremamente sedutora. Um indivíduo que possui tais características consegue transitar com muita facilidade nas mais diversas esferas da sociedade. Por serem indivíduos considerados “camaleões” e muito sociáveis, fazem parte do dia a dia pessoas, independente da classe social, condição econômica e grau de instrução.

Saibam como identificar o comportamento do psicopata

De acordo com o site da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira – Albert Einstein, o psicopata consegue fazer uma leitura minuciosa do outro, analisando friamente seu ponto fraco, buscando o melhor momento para agir, geralmente quando sua “presa” está mais vulnerável. O psicopata não é capaz de compaixão, culpa ou remorso, não demonstrando qualquer tipo de sentimento verdadeiro. Se preocupa somente com seu bem estar, buscando alcançar seus objetivos a qualquer preço, sem se preocupar com o próximo.

Vejam as principais características do psicopata

  • É uma pessoa que parece ser “perfeita“, quando a conhece superficialmente.
  • Elogia em demasia o outro.
  • Sempre oferece ajuda, mesmo quando não solicitado.
  •  Aproxima-se do outro em momentos de vulnerabilidade.
  • É um grande observador da conduta do outro.
  • É uma pessoa egocêntrica.
  • Ele é incapaz de sentir culpa, remorso, empatia e medo.
  • O psicopata tem natureza transgressora, e se torna agressivo sem motivo aparente.
  • É uma pessoa extremamente eloquente, conseguindo assim a atenção daqueles que o cercam.
  • É sempre muito artificial.
  • Exímio mentiroso, trapaceador nato e manipulador

Diagnosticando o psicopata

É possível realizar o diagnóstico de psicopatia somente após os 18 anos de, idade através do acompanhamento psiquiátrico. Antes disso o indivíduo que apresenta tais características geralmente é considerado uma pessoa com Transtorno de Conduta.

Entretanto, alguns comportamentos na infância podem indicar que o indivíduo, quando se tornar adulto, vá desenvolver algum tipo de psicopatia, saibam quais são os mais comuns:

  • Maltrato a animais.
  • Mentem em demasia.
  • Promovem o Bullying.
  • São avessos as regras.
  • Têm atitudes transgressoras como vandalismo, violência gratuita e roubo.
  • Possuem dificuldades em manter amizades.

É bom deixar claro que nem todo psicopata é um assassino. Existem vários tipos de psicopatias, que podem ser classificadas como leves, moderadas e graves. Como a frieza é uma das suas principais características, e geralmente por sua grande capacidade de persuasão eles podem se tornar empresários bem sucedidos, líderes religiosos, políticos e tantos outros que vivem de roubos, golpes, fraudes e estelionato.

O psicopata quando comente assassinatos é extremamente covarde e cruel. Geralmente suas vítimas são subjugadas e torturadas. Porém existem aqueles que comentem crimes aleatórios somente pelo prazer de matar. Caso encontre alguém com tais comportamentos e características o melhor a se fazer é manter distância.

Fonte: blastingnews

***

Vou destacar apenas umas partes: “O psicopata não é capaz de compaixão, culpa ou remorso, não demonstrando qualquer tipo de sentimento verdadeiro. Se preocupa somente com seu bem estar, buscando alcançar seus objetivos a qualquer preço, sem se preocupar com o próximo.” -Ora nem mais. Os Psicopatas Tauromáquicos não são capazes de compaixão, culpa ou remorso não mostrando qualquer tipo de sentimento verdadeiro. Se preocupa somente com seu bem estar, buscando alcançar seus objetivos a qualquer preço, sem se preocupar com os animais não-humanos que barbaramente tortura na tauromaquia!

  • Maltrato a animais.
  • Mentem em demasia.

Maltratam física e psicologicamente os touros e os cavalos, na tauromaquia.
Mentir é com eles. Eles, por exemplo mentem, dizendo que a tauromaquia subsidiasse a si própria, e que não é subsidiada pelo Estado, pela União Europeia, e pelas Câmaras Municipais. Aliás, eles, não só mentem, como não provam as mentiras!

 

Anúncios