O POLÍGRAFO VENDEU-SE

Resultado de imagem para poligrafo"
HAHAHAHA em nome da verdade HAHAHAHAHA

O polígrafo considerou verdadeiro o recente estudo dos mafiosos da “Protoiro”.
Fiquei pasmado.
O polígrafo não quis perceber que aquele estudo é totalmente falso e manipulado.
-Primeiro. Foi realizado por uma empresa de sondagens que tem ligações com a Máfia taurina.
-Segundo. Os seus resultados, foram claramente fabricados.
Foi feito o que era preciso, para se chegar aos resultados que a Máfia taurina queria.
Mais. É por demais evidente que só foram ouvidas telefónica-mente pessoas de zonas com actividade tauromáquica. Assim sendo era fácil, chegar aos resultados que eles pretendiam.
Ou seja. Aquele estudo, não reflectiu o país. Somente as zonas com actividade tauromáquica, nada mais. Pois a Máfia taurina, sabia que se fossem ouvidas telefónica-mente pessoas de todo o continente, do Norte ao Sul. E das ilhas, Açores e Madeira, o estudo não lhes lhes teria sido favorável.

Não ficou nada bem ao Polígrafo, considerar verdadeiro, um estudo, que é uma total mentira.

Tinha o polígrafo, como credível.
Depois disto, para mim, perdeu a credibilidade!

QUE VERGONHA, POLÍGRAFO!
MAS QUE VERGONHA!

Mário Amorim

SE OS AFICIONADOS DA TORTURA, DA BARBÁRIE…

Se os aficionados da tortura, da barbárie, fossem pessoas com alguma seriedade, já teriam vindo a publico; estão a ver, temos aqui provas científicas, cientificamente provadas, do que dizemos sobre o touro. Mas não. Sempre que têm uma oportunidade para o fazer, os Psicopatas Tauromáquicos, do alto da sua máfia, convidam para mais uma vez, ser fonte de alegações, não provadas cientificamente, o mesmo Psicopata de sempre, que não fala pelo bem-estar do touro, e sim pelo bem-estar da sua conta bancária. E isto acontece, com a conivência da Ordem dos Veterinários, que nada faz para o impedir, pois este Psicopata, é veterinário.

E esta realidade, deixa ficar mal o país, pelos quatro cantos do mundo.
Pois, com esta realidade, Portugal fica visto lá fora, como um país não civilizado.

Que tristeza; em pleno século 21, ainda existir em Portugal, tão vil e hedionda prática.
E que tristeza, a Assembleia da Republica, no PS; PSD; CDS/PP, e PCP, continuar a permitir, que tão abjecta prática, persista em existir, num país que se quer moderno e civilizado.

Da minha parte, o touro, e o cavalo, podem continuar a contar comigo, para os defender intransigentemente.

Tudo o que digo é por eles, pelo bem-estar, pela felicidade deles. E não irei deixar de lutar por isso.

Portugal, não vive em muitos séculos passados.
Portugal vive no século 21. E tem de acompanhar a modernidade, a civilização.

BASTA DE CRUELDADE EM PORTUGAL, JÁ!
ABOLIÇÃO DA TAUROMAQUIA EM PORTUGAL, JÁ!

Mário Amorim

Em Portugal teima-se em cair sempre no mesmo erro, quando é claro que não resulta, e nem irá resultar!

Em Portugal teima-se em cair sempre no mesmo erro, quando é claro que não resulta, e nem irá resultar!

Em Portugal, teima-se no lobby político. Mas os recentes acontecimentos…, e outros que se estão a passar, provam que o lobby político em Portugal, não resulta, e não irá resultar.

90% dos nossos deputados, na Assembleia da Republica, estão nas mãos da Máfia Taurina, que com o seu dinheiro manchado de dor, de sofrimento, de tortura, de sangue os tem nas mãos, e conseguem e conseguirão tudo o que querem.

Por tanto, acho que é claro, que insistir ir por um caminho, que há partida está perdido, é um erro.

Só uma forte pressão da opinião publica, de fora para dentro, com a ajuda dos nossos companheiros dos restantes países que ainda têm tauromaquia e de muitos outros companheiros de luta contra a tauromaquia, do resto do mundo, pode por fim à tauromaquia. De outra forma, não iremos lá tão cedo. Mas insistir, no que está cada vez mais claro que está perdido; o lobby político, é um erro. É um erro, que não resulta e nem irá resultar, pois temos de ir por caminhos, que não estão, e não estejam nas mãos da Máfia Taurina. E nesses caminhos, o caminho da opinião publica, é o mais importante!

Mário Amorim