Misión Abolición – Missão Abolição

Anúncios

MISSÃO ABOLIÇÃO!

É assim mesmo!
Seria fantástico que em Portugal se aprendesse como se faz aqui ao lado, em Espanha, e viesse a fazer o mesmo, da mesma maneira!


À atenção dos animalistas portugueses!

Só faltam dois dias para a manifestação que realizaremos na Porta do Sol (Madrid), no próximo sábado, 16 de Setembro, pelas 17 horas.

MANIFESTAÇÃO.png

Sentimo-nos especialmente agradecidos às mais de 60 organizações que este ano se juntaram à manifestação. Protectoras dos animais, associações dos direitos dos animais, médicos  veterinários e santuários que com o seu esforço diário estão a criar um novo futuro para os nossos companheiros do Planeta.

Passai a palavra entre os vossos amigos, familiares e companheiros de trabalho!

Estou convencida de que no sábado daremos um grande passo nesse caminho que todos estamos a construir.

Esta será a manifestação pelos direitos dos animais mais multitudinária na história do nosso país (Espanha).

Além disso, se vocês quiserem participar do “tiro de partida” que dará início à manifestação, em que distribuiremos milhares de lenços da campanha MISSÃO ABOLIÇÃO devem comparecer uma hora antes, pelas 16 horas.

ABOLIÇÃO.png

VEMO-NOS NO SÁBADO!

Sílvia Barquero

(Presidente do PACMA)

(Traduzido do original por Isabel A. Ferreira)

Fonte: Arco de Almedina

***

Em Portugal deixa-se fugir todas as oportunidades.
Numa altura em que a tauromaquia em Portugal, está num momento cada vez mais negro, era a altura ideal, para que todos os movimentos, associações, e todas as restantes organizações animalistas se unissem a uma só voz, e todas, juntas, organizassem uma enorme manifestação anti-tourada. A maior manifestação anti-tourada, de sempre, em Portugal, com 50 mil pessoas, ou mais.
Espero, por isso, que se olhe como de deve e se deverá olhar, para esta manifestação de Madrid, que vai ser a maior já vista, em Espanha!

Mário Amorim

Esta marcha tem o meu total apoio! ¡Súmate a la marcha antitaurina más grande de la historia en Madrid!

Esta marcha de Madrid, tem o meu total apoio.

Em Espanha actua-se a sério. contra a tauromaquia.
E em Portugal, finge-se que se actua.

Em Espanha, quer-se a Abolição da tauromaquia, e luta-se por isso a sério. Faz-se o que tiver de ser feito para se conseguir a Abolição.
E em Portugal, quer-se a Abolição da tauromaquia, mas não fazendo o que tem de ser feito.

É preciso que em Portugal, se perceba, de uma vez por todas, porquê que sempre que se realiza uma marcha, ou uma manifestação contra a tauromaquia, como é costume, apenas em Lisboa, aparece tão pouca gente, 2, 3, ou 4 mil pessoas, que obviamente, não é nada, e não resulta em rigorosamente nada. É preciso que se perceba, que a maioria das pessoas, do Norte ou do Sul, não estão dispostas a se deslocarem a Lisboa, para uma marcha, ou para uma manifestação, para além das organizadas para lutar, também por elas, devido as despesas que tal acarreta. É preciso que em Portugal se perceba, de uma vez por todas, que as pessoas do Norte, do Sul, e das ilhas, querem lutar pela abolição da tauromaquia, mas perto delas, em marchas e em manifestações!


El próximo 13 de mayo los invitamos a sumarse a la más grande marcha de protesta jamás celebrada en Madrid. Debemos gritar bien alto que no queremos que se siga tolerando y subvencionando la tortura de estos animales.

¡Súmate a la marcha antitaurina más grande de la historia en Madrid!

El próximo 11 de mayo comienza en Madrid la Feria de San Isidro. Esta temporada se perpetrarán 27 corridas de toros, 3 novilladas y 4 festejos de rejoneo, con un total aproximado de 204 animales torturados y muertos. Durante el año 2016, perdieron la vida unos 20 mil bovinos, en los 1.736 festejos en plazas y en los 16.383 otros festejos populares que se desarrollaron en el territorio español.

Estas cifras sólo describen la superficie de la violencia y atrocidad que la tauromaquia significa. Por eso, el próximo 13 de mayo los invitamos a sumarse a la más grande marcha de protesta jamás celebrada en Madrid. Debemos gritar bien alto que no queremos que se siga tolerando y subvencionando la tortura de estos animales.

Fonte: ANIMANATURALIS

¡Súmate a la marcha antitaurina más grande de la historia en Madrid!

Em Portugal contentam-se com pequenas marchas, manifestações, que nada resultam, e que nada resultarão.

Em Portugal ainda não se percebeu que só marchas, manifestações, com muitos, muitos milhares de pessoas, podem obter resultados, para a abolição da tauromaquia.

Ainda não se percebeu em Portugal, que tem de se trazer para a luta contra a a tauromaquia, exactamente a mesma forma de agir, nas ruas, quer a nível local e quer a nível nacional, da CGTP Inter Sindical. E quando, a nível local e a nível nacional, a forma de agir contra a tauromaquia, for exactamente a mesma que a da CGTP, a luta contra a tauromaquia será ganha!


¡Súmate a la marcha antitaurina más grande de la historia en Madrid!

Fonte: ANIMANATURALIS

MADRID DICE ADIÓS A LOS CIRCOS CON ANIMALES

Madrid dice adiós a los circos con animales

El Pleno Municipal del Ayuntamiento de Madrid celebrado hoy ha aprobado por mayoría el fin de los circos con animales salvajes en la capital de España.

La propuesta, presentada por Ahora Madrid y PSOE, ha contado con el apoyo de Ciudadanos, que se ha votado a favor, pero ha tenido al PP en contra. La decisión tendrá que verse reflejada en la nueva Ordenanza Municipal de Protección Animal que está en proceso de elaboración y cuya publicación está prevista para los próximos meses.

Con la capital ya son 50 los municipios madrileños que se han declarado libres de circos con animales, un incremento espectacular desde los 8 que lo habían hecho en enero de 2016.

Es un hecho histórico que Madrid haya dado este paso, una decisión de gran envergadura y simbolismo para el bienestar animal no solo en la ciudad sino en todo el Estado”, ha celebrado Marta Merchán, coordinadora de la plataforma InfoCircos que tiene como objetivo erradicar el abuso al que se ven sometidos los animales salvajes en espectáculos circenses. “La sociedad reclama claramente el fin de este tipo prácticas obsoletas que conllevan altos grados de sufrimiento animal, y las instituciones se están viendo obligadas a actuar donde hace apenas un par de años ni se lo hubieran planteado”.

La Federación de Veterinarios de Europa (FVE) ya ha declarado de manera firme que los circos no pueden de ninguna manera atender adecuadamente las necesidades fisiológicas y de comportamiento de los animales salvajes, en especial mamíferos, y que no hay ningún beneficio educativo, de conservación, investigación o económico que justifique su uso.

En toda España ya son casi 380 municipios los que han decidido dejar de autorizar la instalación de circos con animales salvajes en sus términos. En junio las Cortes Valencianas aprobaron por unanimidad la proposición no de ley para prohibir la práctica en todo su territorio, tal y como ya hiciera Cataluña en 2015. Galicia, Castilla-La-Mancha, Extremadura o Cantabria son otras de las Autonomías avanzando en la misma dirección.

Solo queda esperar que la Comunidad de Madrid atienda a la innegable demanda ciudadana y que la Asamblea reconsidere su reciente decisión de no prohibir los circos con animales salvajes. Se hace cada vez más necesaria una cobertura legislativa uniforme en toda la región”, ha concluido Merchán.

Fonte: Animanaturalis

***

Esta notícia, deixa-me muito feliz.
Só que nos circos com animais, não existem só animais selvagens.
Mas já é uma muito boa notícia!

Mário Amorim

Mais uma boa notícia, vinda de Espanha! Madrid: circos com animais estão proibidos a partir de agora

Foi aprovada hoje pelo governo municipal de Madrid, uma medida que proíbe o uso de animais em circos, quer estes tenham lugar em espaços públicos ou privados.

Manuela Carmena, presidente da Câmara de Madrid, e o partido PSOE defenderam a necessidade de mudanças, sendo urgente a defesa dos animais habitualmente usados em circos, caso dos elefantes e dos tigres, para “não serem vítimas de maus-tratos e não serem submetidos a esforços ou actos cruéis que provoquem sofrimento, ansiedade ou stress”.

“Nos circos, os animais geralmente vivem em condições de cativeiro, alojados em jaulas e contentores, sendo muitas vezes transportados por longas distâncias em reboques de camião que não satisfazem as necessidades físicas mais básicas”, pode ler-se na proposta apresentada pela coligação Ahora Madrid. A medida contou com o apoio PSOE e do partido Ciudadanos, e com o voto contra do PP.

A coligação congratulou-se com a aprovação da medida, lembrando que muitos dos animais usados em circos “são submetidos a processos de aprendizagem em que são obrigados, por vezes de modo violento, a terem comportamentos que são completamente antinaturais para a sua espécie.”

Em Espanha há neste momento 220 municípios que proíbem o uso de animais em espectáculos de circo. Por cá, continua em vigor uma lei de 2009 que impede os circos de comprarem novos animais e a reprodução dos espécimes já existentes nas companhias de circo.

Fonte: Greensavers

***

“Em Espanha há neste momento 220 municípios que proíbem o uso de animais em espectáculos de circo. Por cá, continua em vigor uma lei de 2009 que impede os circos de comprarem novos animais e a reprodução dos espécimes já existentes nas companhias de circo.”

A lei em vigor por cá, é manifestamente insuficiente.
É preciso que todos os partidos com acento parlamentar percebam, que os circos com animais, em Portugal, têm de ser abolidos!

Mário Amorim