LIBERDADE Elefante cega cria laços com sua nova manada após ser resgatada de circo

A elefante cega resgatada é Ploy Thong, e foi vista emitindo sons e vibrações que deixam os outros elefantes de sua nova manada saberem que ela estava ali

Não demorou muito para que a nova manada da elefante cega Ploy Thong a notasse. A elefante foi resgatada pela equipe da Save Elephant Foundation (Fundação “Salvem os Elefantes, em tradução literal). Os outros elefantes da manada foram conhecer a nova integrante da equipe, tocando-a com suas trombas de maneira afetuosa.

A equipe da Save Elephant Foundation negociou a liberdade da elefante cega com o homem que tinha a guarda do animal. Com sucesso, ela foi levada para o Elephant Nature Park (Foto: Save Elephant Foundation / Caters)
A equipe da Save Elephant Foundation negociou a liberdade da elefante cega com o homem que tinha a guarda do animal. Com sucesso, ela foi levada para o Elephant Nature Park

O momento, capturado no Elephant Nature Park (Parque Natural dos Elefantes, em tradução literal), na Tailândia, certamente foi um enorme alívio para Ploy Thong, que sofreu anos de torturas antes de ser resgatada cega dos dois olhos. A elefante Ploy Thong tem cerca de 30 anos de idade.

Ploy costumava carregar turistas em suas costas na região de Pattaya, na Tailândia, por 16 anos. Antes disso, a elefante cega sofreu trabalhando como atração em um circo.

A nova manada estava intrigada com a chegada de Ploy Thong, a elefante cega resgatada. (Foto: Save Elephant Foundation / Caters)
A nova manada estava intrigada com a chegada de Ploy Thong, a elefante cega resgatada.

A equipe da Save Elephant Foundation negociou a liberdade da elefante cega com o homem que tinha a guarda do animal. Com sucesso, ela foi levada para o Elephant Nature Park, em Chiang Mai, onde aconteceu a incrível primeira interação com sua nova manada, em fevereiro de 2018. Em entrevista ao Metro UK, a equipe do Parque Natural dos Elefantes disse: ‘Ploy Thong é mais um elefante que decidimos resgatar”.

‘Mesmo cega, ela transportava turistas todos os dias. Ela usava sua tromba para farejar o caminho enquanto o turista andava em suas costas.  Agora, sua jornada para a liberdade começa”, disseram.

Fonte: ANDA

Anúncios

Vitória para os touros e cavalos, em Viana do Castelo! Movimento pró-tourada cancela tourada este ano em Viana do Castelo

O movimento “Vianenses pela Liberdade” anunciou hoje o cancelamento, este ano, de uma corrida de touros em Viana do Castelo após o indeferimento, pelo tribunal, de uma providência cautelar para a instalação de uma arena amovível naquela cidade.

Movimento pró-tourada cancela tourada este ano em Viana do Castelo

Em declarações hoje à agência Lusa, o porta-voz daquele grupo de aficionados, José Carlos Durães afirmou que “a corrida de touros anunciada para domingo, na Meadela, foi cancelada” e “na segunda-feira o movimento irá reunir para analisar um eventual recurso da decisão do Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga”.

O Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga indeferiu hoje a providência cautelar interposta pelo movimento “Vianenses pela Liberdade” para a instalação de uma arena amovível para uma tourada a realizar no domingo, num terreno na freguesia de Meadela, na capital do Alto Minho.

De acordo com o despacho judicial, a que a agência Lusa teve acesso, a juíza de turno que julgou o procedimento considerou “totalmente improcedente” a ação movida pelo movimento de aficionados, rejeitando os argumentos invocados de “falta de fundamentação” do indeferimento camarário do passado dia 11, “de violação de direitos fundamentais de acesso à cultura e de livre iniciativa económica, consagrados na nossa Lei Fundamental” e do “uso de manobras dilatórias em violação dos princípios da justiça, da imparcialidade e da boa-fé”.

O recurso para aquela instância resultou do indeferimento, pela Câmara de Viana do Castelo indeferiu, no passado dia 11, do pedido de instalação de uma arena amovível para uma tourada, alegando “incumprimento” de vários regimes de ordenamento do território.

De acordo com o documento, a que a agência Lusa teve acesso, a autarquia alegou “a ausência de um projeto de segurança contra incêndios e medidas de autoproteção, uma vez que se trata de um terreno situado na encosta norte do monte de Santa Luzia, considerada zona de elevado risco de incêndio”.

Do ponto de vista da segurança, relativamente, à prevenção de incêndios florestais, dada a proximidade de um dos limites com a Serra de Santa Luzia, o local apresenta-se como “um dos mais críticos do concelho”, lê-se no documento.

Este ano, a tourada estava anunciada para as 17:00 de domingo, dia dedicado a Nossa Senhora da Agonia e em que se realiza um dos pontos altos da romaria, a procissão ao mar, em honra da padroeira dos pescadores.

Contactada pela Lusa, a porta-voz de um movimento local antitouradas, que marcou para domingo uma manifestação “pacífica” a realizar próximo do local onde estava prevista a corrida de touros, afirmou que a “ação vai manter-se mas em vez de manifestação será um encontro de defensores dos direitos dos animais que irão celebrar o cancelamento da corrida de touros”.

“Serão um grupo de amigos que se vão juntar para gritar ‘viva'”, afirmou Ana Macedo.

Fonte: Notícias ao minuto

***

Esses cobardolas dos Psicopatas Tauromáquicos, enchem a boca com liberdade. E nem reparam na figura triste e ridícula, que fazem, ao invoca-la.

Liberdade?!
– A liberdade está com o touro, de não ser torturado, física e psicologicamente, para que vocês se divirtam.
Querem divertir-se?
– Divirtam-se entre vocês, toureando-se nas praças de touros, e deixem o touro em paz e sossego!

Mário Amorim

LIBERDADE?

Os Psicopatas Tauromáquicos, enchem a boca com a palavra, liberdade. Deixe-nos ter liberdade de ir ás touradas.

Então pergunto-vos: se fossem vocês que fossem torturados, numa praça de touros, levando com umas farpas no lombo, também achariam que os Psicopatas tauromáquicos, teriam liberdade de gostar e de ir ver?
Pois é. Não façam aos outros; no caso, não façam ao touro, o que não gostariam que fosse feito a vocês.
Não queiram para o touro, o que não quereriam a vocês.

Por tanto; a liberdade, aqui, está inteiramente do lado do touro.
A liberdade de não ser torturado, para vosso gáudio. A liberdade de nascer, viver em paz a sossego, no campo, na natureza, até à sua morte!

Mário Amorim

Há liberdade de se gostar de touradas?

Resultado de imagem para palavra liberdade

Não há liberdade de se gostar de touradas. A única liberdade que existe, é do touro e também do cavalo, de não serem torturados, física e psicologicamente, para gáudio de um cada vez mais reduzido grupo de tauricidas.

Gostar de touradas, não é um gosto, é uma psicopatologia.

Quando os psicopatas dizem; dêem-nos liberdade de gostar de touradas, de ir às touradas, é o mesmo que dizerem; dêem-nos liberdade de sermos psicopatas. E essa, é mais uma razão, que diz bem, do perigo para a sociedade, que essa gente representa.

BASTA DE TOURADAS EM PORTUGAL!
BASTA DE PSICOPATIA TAUROMÁQUICA!
CHEGA DE CRUELDADE EM PORTUGAL!

Mário Amorim