Tudo por amor!

16 - 1 (2)

Ao longo dos muitos anos que luto contra a tauromaquia, tudo o que disse, tudo o que fiz, foi por Amor. Foi por Amor para com o Touro, para com o Cavalo e para com as Crianças e Jovens. Foi tudo por eles. Eles são os motivos da luta que travo e que continuarei a travar. O bem-estar, e a felicidade de todos eles, é o motivo principal da minha luta contra a tauromaquia.

Quem ama o touro, o cavalo e as crianças e jovens e os respeita, não quer que eles sejam vítimas de maltrato, físico e psicológico.
Quem os ama, e os respeita, não os maltrata, física e psicologicamente.
Quem os ama, e os respeita, protege-os do maltrato, físico e psicológico que eles são vítimas, na Tauromaquia!

Vou continuar a minha luta, com e por Amor ao touro, ao cavalo e as crianças e jovens. E não vou desistir, até que a Tauromaquia, seja abolida, de Portugal!

Mário Amorim

Anúncios

OS JOVENS TROCAM TOURADAS POR FESTIVAIS DE MÚSICA

CRATO.jpg
Origem da foto tirada em Agosto de 2015, no Crato:

Crato: vila alentejana transforma-se num festival de verão

No Crato (vila alentejana situada a 22 km de Portalegre, um viveiro de selvajaria tauromáquica) vivem durante o ano cerca de 1600 pessoas. Mas, durante o Festival de Música de Verão, o número aumenta e a vila recebe mais de 15 mil festivaleiros, por dia.

(Entenda-se por “festivaleiros” jovens mentalmente saudáveis).

Isto é bastante elucidativo das preferências da juventude portuguesa.

No Crato também há touradas, mas estas ficam-se pelos carrascos que lá vão torturar seres vivos, pelos ganadeiros que enchem os bolsos à custa dos dinheiros públicos, e pelas famílias deles.

O lobby tauromáquico, coitado, anda aflitinho, tão aflitinho, que está a fazer um esforço sobre-humano para tentar IMPINGIR o culto da barbárie não só a jovens e crianças, como a cidadãos que, estando totalmente DESINFORMADOS sobre o que é “isto” da tauromaquia, inclusive achando que “isto” faz parte da cultura portuguesa e acreditando que os Touros são feitos de pau e sumo de tomate, fazem figuras tristes, ao aceitarem, sem o mínimo sentido critico, o que lhes impingem.

Mas os jovens querem lá saber de ir a arenas ver torturar Touros!

O que eles querem é música. Festivais de música, onde podem dançar, cantar e dar aso à alegria saudável, própria da juventude.

Às arenas vão os que são OBRIGADOS a ir, e alguns irão à força de ameaças e pancadaria.

É por estas e por outras que as arenas estão cada vez mais às moscas (e mesmo estas evitam ir sujar as suas belas patinhas nesses antros conspurcados), e os festivais de música contam com milhares de jovens.

Os governantes devem SABER INTERPRETAR estes números.

Devem principalmente dar oportunidade às CRIANÇAS (as maiores vítimas da bestialidade dos adultos) de aprenderem a ser compassivas, para que no futuro possam ser cidadãos úteis á sociedade, e não uns INÚTEIS e PARASITAS como são os seus progenitores e TODOS os responsáveis pela (des) educação delas, incluindo, obviamente, os governantes.

É PRECISO DAR FUTURO AO FUTURO, URGENTEMENTE…

Isabel A. Ferreira

Fonte: Arco de Almedina

O direito das crianças e dos jovens

O direito das crianças e dos jovens, é viver e conviver em ambientes que respeitam totalmente a sua identidade, como crianças e como jovens. O direito das crianças e dos jovens, é viver e conviver em ambientes que as deixa crescer, como crianças e como jovens.

Por tanto, enviar crianças e jovens para o mundo violento, para o bárbaro mundo da tauromaquia, é não respeitar o seu direito de crescerem como crianças e como jovens. Enviar crianças e jovens para o mundo violento, para o bárbaro mundo da tauromaquia, é educar as crianças e os jovens para a violência, para a barbaridade, e prejudicar gravemente o seu crescimento, como crianças e como jovens. Enviar crianças e jovens para o mundo violento, para o bárbaro mundo da tauromaquia, como está cientificamente provado, é prejudicar gravemente psicologicamente as crianças e os jovens, e tornar essas crianças e esses jovens em pessoas violentas. É tornar essas crianças e esses jovens, em crianças e jovens Psicopatas!

Mário Amorim

À ATENÇÃO DO DR. ARMANDO LEANDRO, PRESIDENTE DA COMISSÃO NACIONAL DE PROTECÇÃO DAS CRIANÇAS E JOVENS EM RISCO (CNPCJR)

Dr. Armando Leandro

(Foto Global Imagens/Arquivo – Internet)

 

ISTO SERÁ VERDADE?

GRANDE CORRIDA LUX

TAUROMAQUIA

Classificação: M/12 anos

Duração: 2h30

Notas

Entrada interdita a menores de 3 anos

Entrada grátis para crianças dos 3 aos 5 anos desde que acompanhadas de um adulto portador de bilhete válido e sentados ao colo do mesmo

Bilhete pago a partir dos 6 anos

***

Acontece que a SELVAJARIA TAUROMÁQUICA está INTERDITA a MENORES de 12 anos (o que já é sujeitar crianças até aos 18 anos a uma violência criminosa) não é isso que diz a Lei?

A barbaridade é menor, estando o MENOR ao colo de adultos ou procriadores que deviam ser chamados à justiça por maltratar as crianças?

Sim, porque o maltrato PSICOLÓGICO também é MALTRATO.

O que vai passar-se nesta iniciativa grosseira da LUX é ILEGAL!

Quem em Portugal tem o DEVER DE PROTEGER AS CRIANÇAS destes PREDADORES, Dr. Armando Leandro?

Já não é chegado o momento de PARAR com esta violação ao DIREITO das crianças CRESCEREM LONGE DA VIOLÊNCIA?

É que a VIOLÊNCIA não é só ESPANCÁ-LAS E ESFOLÁ-LAS VIVAS DENTRO DE ÁGUA A FERVER.

A VIOLÊNCIA É TAMBÉM EXPOR A CRIANÇA À VIOLÊNCIA CONTRA SERES VIVOS, É MOSTRAR-LHES A VIOLÊNCIA COMO UMA NORMALIDADE.

Depois admiram-se dos “meetings”!

Que VALORES HUMANOS passam às crianças e jovens?

Dr. Armando Leandro, V. Exa, como presidente da CNPCJR, tem a faca e o queijo na mão.

Por favor, em nome da INOCÊNCIA de todas as crianças VÍTIMAS da sociedade, de autoridades inoperantes e dos próprios procriadores, eu apelo para o fim deste que é um verdadeiro CRIME em todo o mundo CIVILIZADO, excepto em Portugal.

 

Fonte: http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/a-atencao-do-dr-armando-leandro-462859

 

Para saber mais: Crianças Psicopatas

Artigo muito, muito esclarecedor, que pode ser lido aqui:

 http://oaprendizverde.com.br/2012/10/11/pra-saber-mais-criancas-psicopatas/

***

Está mais do que na hora das nossas autoridades e dos nossos legisladores agirem e de uma vez por todas, deixarem de permitir que os Psicopatas, os Sociopatas tauromáquicos, eduquem crianças e jovens até aos 18 anos, para a barbaridade da tauromaquia, e com isso, com o passar dos anos, tornarem-se Psicopatas, Sociopatas, há imagem e semelhança de quem os educou para isso!

Mário Amorim