«A PRIMEIRA OBRIGAÇÃO DE UM TOURO É COLHER E MATAR O TOUREIRO»

(Ora aí está algo que devia acontecer, mas nem sempre acontece, digo eu, porque a primeira obrigação do Touro é defender-se dos seus carrascos)

A  frase do cabeçalho quem a diz é o ganadeiro José Luís de Vasconcellos e Sousa d’Andrade numa entrevista onde põe a nu a debilidade da tauromaquia nos tempos que correm.

Ficaremos a saber também por que o campo pequeno enche a casa, nada tendo a ver com tourada.

José Luís de Vasconcellos e Sousa d’Andrade

E José Luís diz mais:

Chama parvos aos empresários que compram touros a “ganaderos” (à moda espanhola, porque isto da tauromaquia não tem nada a ver com “tradição portuguesa”), e que deviam mandar fazer um touro de corda que lhes dava para a temporada inteira.

Dos toureiros diz que estes só sabem de artes de circo, mas lidar um touro “bravo” não é com eles. E acrescenta: «Acha que estou para dar dinheiro a artistas de circo? Acha que gosto de ver um boi no centro da praça com um cavalo cheio de martingalas à volta?»

Pois… martingalas, é o que os tauricidas são.

E sobre a falta de cultura dessa gente? Diz o ganadero: «alguns acham que são muito espertos, mas não passam de patetas. Mas como os portugueses, o que gostam é de ser enganados.»

Quanto ao que eles denominam “cavaleiros” e eu chamo montadores, e com razão, o ganadero diz que eles nem sabem vestir-se, como poderão saber do resto (o resto é saber as “artes de cavalgar”)

E de quem é a culpa?

Essa morre solteira, diz José Luís.

Mas diz mais.

À pergunta: acha que o público não sabe exigir? Ele responde:

– Exigir o quê?! Esses não sabem o que vão ver. Vão para ser vistos. 90% não sabe o que é um toiro nem um toureio.

E quanto à afición no campo pequeno?

(Esta resposta foi a de que gostei mais). Diz o ganadero:

– Das piores, vão lá como lhe disse, para serem vistos e outros para se verem depois nas fotografias. Vão a Lisboa. É diferente. As senhoras ver os fatos umas das outras e falar ao telefone e nós para vermos umas meninas bonitas nas barreiras. Muito pouca gente vai ver a corrida e esses vêm sempre de lá aborrecidos.

Para ver a entrevista completa abram o link:

http://www.naturales-tauromaquia.com/entrevistas-29/5432-entrevista-a-jose-luis-de-vasconcellos-e-souza-d-andrade

Fonte: http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/a-primeira-obrigacao-de-um-touro-e-432340

Anúncios