ʕ•ᴥ•ʔ Resgate Leões explorados por circo desde filhotes são devolvidos à África

Foto: Born Free Foundation

Dois leões irmãos, que foram retirados da companhia de sua mãe ainda filhotes e levados para performar em um circo cruel na Bulgária, finalmente retornaram ao seu lar na África, de acordo com o The Dodo.

Foto: Born Free Foundation

Quando a Bulgária proibiu a exploração de mamíferos selvagens em circos em  Janeiro de 2015, as vidas desses leões, Jora e Black, começaram a mudar drasticamente.

Foto: Born Free Foundation

Tendo sido antes mantidos em minúsculas jaulas e forçados a fazer performances para multidões ruidosas, Jora e Black começaram a receber a ajuda de pessoas  das ONGs Born Free Foundation e Four Paws em sua transição para a vida que sempre mereceram.

Foto: Born Free Foundation

Os dois últimos leões de circo do país, agora com 7 anos de idade, percorreram uma longa jornada chegar até aonde eles verdadeiramente pertenciam.

Foto: Born Free Foundation

No dia 26 de Setembro os leões foram levados via aérea da Bulgária para Londres, na primeira etapa de sua viagem épica para casa.

Foto: Born Free Foundation

Após o desembarque, a co-fundadora da Born Free Foundation, Virginia McKenna, cumprimentou Jora e Black. “É fantástico ver que os animais fizeram tão boa viagem”, disse McKenna. “Eles ainda têm um longo caminho a percorrer, mas eu estou realmente feliz com o fato de que, graças ao generoso apoio público que recebemos, sejamos capazes de oferecer-lhes um maravilhoso novo lar com os nossos amigos da Reserva Shamwari. Eles não mereciam menos que isso”.

Foto: Born Free Foundation

E então os leões voaram para a África do Sul, aterrissando no dia seguinte. Pessoas assistiram ao momento em que os dois irmãos, que somente haviam conhecido a exploração e a crueldade nos últimos 7 anos, finalmente deram os seus primeiros passos na terra que agora podem chamar de sua.

Foto: Born Free Foundation

“Toda vez que nós resgatamos um animal selvagem maltratado, que foi forçado a um cativeiro artificial e cruel durante anos, é realmente um motivo para celebração”, disse Adam M. Roberts, CEO da Born Free Foundation, em um comunicado.

Foto: Born Free Foundation

“A história de Jora e Black, e da oportunidade de viverem em paz na África do Sul é estimulante; um testemunho do árduo trabalho de tantas pessoas dedicadas, incluindo a equipe da Born Free, e uma inspiração que nos guia a salvar mais animais em necessidade onde quer que eles estejam definhando”.

Foto: Born Free Foundation

Pela primeira vez desde filhotes, Jora e Black estão finalmente experienciando o que é serem livres. Para conhecer mais sobre o trabalho da organização que cuidou de sua libertação, visite o site.

Foto: Born Free Foundation

Fonte: ANDA

Anúncios