SUBLIME Beija-flor demonstra diariamente gratidão a cão que o salvou

O pequeno pássaro era ainda um recém-nascido que havia caído do ninho e estava coberto de formigas.

Animais têm o dom de sobreviver a situações extremamente adversas sem perder a esperança e a capacidade de amar. Ao contrário dos seres humanos, eles nunca esquecem ou deixam de demonstrar o quanto são gratos àqueles que lhes estenderam uma mão solidária.

Um desses exemplos sublimes é o de uma dupla improvável: o cachorro Rex e o beija-flor Hummer. Esta história começou muito antes deles finalmente se conhecerem. O grande cão Rex conviveu por muitos anos com a dor do abandono e da solidão.

Ele sobreviveu a episódios terríveis e em muitos momentos passou pelo pior que a vida tem a oferecer, mas nunca deixou de confiar que um dia sua sorte mudaria. E mudou. Rex foi adotado por Ed Gernon, na cidade de Whittier, na Califórnia (EUA).

Após tantos revesses, parece que o cãozinho finalmente teria seu final feliz e agora poderia desfrutar o resto de seus dias de forma pacífica e relaxada. No entanto, o destino tinha ainda mais uma missão para Rex e ela estava encarnada em um pequeno beija-flor à beira da morte encontrado no quintal de seu novo lar.

O pequeno pássaro era ainda um recém-nascido que havia caído do ninho e estava coberto de formigas. O bebê estava muito debilitado e não demoraria muito até que desse seu último suspiro, mas Rex não desistiu dele. O cão o salvou e convenceu seu tutor a ajudá-lo a cuidar da ave, que foi carinhosamente chamada de Hummer.

A recuperação do beija-flor foi lenta. Ele foi alimentado com xarope e teve aulas de voo com a ajuda de um secador de cabelo. Além dos cuidados assistenciais, Hummer contou a companhia e apoio de Rex durante toda sua reabilitação.

E o grande dia chegou. A ave estava saudável e pronta para retornar à natureza. Ele se tornou um belo beija-flor e estava pronto para conhecer a liberdade. Ed Gernon abriu todas as janelas da casa e criou todas as condições favoráveis para que Hummer fosse desbravar o quintal e finalmente se sentisse seguro para ganhar o mundo. E ele foi.

Mas não por muito tempo. Pouco tempo depois o beija-flor retornou e se recusou a ficar longe de Rex, seu amigo e salvador. Hummer sai diariamente para interagir em seu habitat, mas nunca deixa de voltar para perto do cachorro e demonstrar o quanto o ama.

Em uma entrevista a KCBS News, Ed disse que não cansa de se maravilhar com a relação dos animais e ele deseja que esta doce amizade dure ainda muitos anos.

Fonte: ANDA

 

Anúncios