Lindo! Companheirismo Homem constrói caiaque especial para passear com seus cães

Foto: Linda Bahnson

O cirurgião ortopédico aposentado David Bahnson, de Vermont, nos Estados Unidos, descobriu a maneira perfeita de compartilhar seu passatempo favorito com seus melhores amigos – com a construção de um caiaque projetado para cães. Agora, qualquer aventura na água pode ser aproveitada com seus companheiros caninos.

“Eles parecem amá-lo”, disse Bahnson ao Dodo. “Eles ficam animados quando nós saímos com os caiaques e vêem onde estamos indo.”

Bahnson primeiro teve a ideia depois de ver como sua primeira cadela Susie poderia caber facilmente dentro do compartimento de bagagem de seu caiaque. A adição de um anel, ou “coaming”, em torno da abertura a ajudou a ficar confortável e seca enquanto eles passeiam com o caiaque.

980x (1)

Depois de um tempo, um novo membro se juntou a família, Ginger. Para não excluir o filhote de seus passeios de caiaque, ele fez outra modificação na embarcação.

“Quando Ginger chegou, eu só coloquei um outro buraco”, afirmou Bahnson. “É como um caiaque triplo, entretanto não há espaço suficiente para os remadores colocarem seus pés – mas é perfeito para um cão.”

Não é preciso muito para convencer seus companheiros peludos a ficarem em seus lugares quando é hora de passear no caiaque. Embora Bahnson raramente reme para muito longe da terra, os cães parecem compreender como se manter em segurança durante suas viagens.

“Eles são treinados para entrar no caiaque. Eles se sentam e lá vamos nós. Quando chegamos em terra, eles ficam esperando até que eu diga que eles podem sair. Na verdade, eles nunca pularam na água”, contou ele, acrescentando que os cães são bons nadadores.

Foto: Linda Bahnson

“Nós vimos outras pessoas em caiaques com seus cães, mas normalmente levam os cachorros na cabine junto com elas. Isso é meio estranho, acho que dessa forma funciona melhor”, afirmou. “Cada um tem um espaço para si e eles podem sentar e desfrutar do passeio.”

Infelizmente, Susie e Ginger faleceram depois de muitas aventuras com Bahnson, mas a tradição continua com novos animais domésticos da família.

“Eu amo meus cães. Eu adoro treiná-los, o companheirismo. Temos remado milhas e milhas com os nossos cães”, contou Bahnson. “Eles realmente gostam de passear.”

Fonte: ANDA

Anúncios