CONTEÚDO ANDA Golfinhos são obrigados a saltar por argolas de fogo em circo na Indonésia

bol

Quando vivem em paz no oceano, golfinhos fazem shows bastante surpreendentes. Eles saltam, rodopiam e viram seus corpos. Pesquisadores têm observado de perto sua comunicação e como eles poderiam se comunicar conosco. E, claro, temos visto como as famílias de golfinhos interagem umas com as outras, brincando e compartilhando momentos muito felizes.

Infelizmente, alguns seres humanos não se contentam em observar golfinhos no seu habitat natural e, de forma egoísta, os separam de suas famílias e os mantêm confinados em parques marinhos ou em circos itinerantes.

Um vídeo mostra golfinhos explorados por um circo itinerante na Indonésia e obrigados a executar alguns truques ridículos incluindo saltar através de um aro de fogo, buscar anéis em uma piscina e carregar bolas de basquete ao redor de uma piscina com suas barbatanas.

No final do dia, eles são colocados em caixotes, um ato que provoca um grande estresse em qualquer animal, e transportados para outro local onde devem fazer todos os truques novamente, informou o One Green Planet.

Golfinhos merecem uma vida muito melhor do que essa. Estes mamíferos marinhos são extremamente autoconscientes e, quando mantidos em cativeiro, eles mostram comportamentos estereotipados que demonstram o intenso sofrimento que precisam enfrentar.

Alguns desses comportamentos são nadar em círculos de maneira repetitiva e permanecer imóvel em uma superfície ou no chão do aquário por períodos relativamente longos de tempo. Alguns golfinhos em cativeiro até mesmo se suicidam devido à extrema angústia e depressão. Por isso, é fundamental conscientizar o público para não apoiar instalações que lucram com o sofrimento dos animais.

Fonte: ANDA

Anúncios