CONTEÚDO ANDA Golfinho explorado em circo luta para respirar enquanto é mantido fora da água

https://i2.wp.com/www.anda.jor.br/wp-content/uploads/2017/03/dol.jpg

Imagens angustiantes mostram um golfinho explorado por um circo itinerante indonésio sendo mantido fora da água por períodos de tempo duradouros durante a execução de shows.

Enquanto multidões ficam boquiabertas com um urso se exercitando e uma lontra correndo em um barril, o golfinho permanece na lateral da piscina, esquecido e sem cuidados.

https://i1.wp.com/www.anda.jor.br/wp-content/uploads/2017/03/do3.jpg

Permanecer fora da água por muito tempo é, em última análise, fatal para os animais, mas eles correm o risco de desenvolver graves condições se passam até mesmo um tempo relativamente curto acima da superfície.

A filmagem foi divulgada pela Animals Asia, que também está pressionando a companhia aérea Sriwijaya Air a parar de transportar animais abusados em circos em seus voos, segundo informações do Daily Mail.

No vídeo, o mamífero é visto lutando para respirar, enquanto outros animais executam seus truques. Ele só recebe permissão para voltar para a água quando as famílias param para tirar selfies.

http://www.dailymail.co.uk/embed/video/1429731.html

“Embora mamíferos respirem pelo ar como seres humanos, os golfinhos não evoluíram para ficar fora da água. A falta de flutuabilidade pode causar pressão sobre os pulmões, o que pode gerar problemas respiratórios e a rápida desidratação pode ter um impacto negativo sobre a pele”, declarou Dave Neale, diretor de Bem-Estar Animal da Animals Asia.

https://i2.wp.com/www.anda.jor.br/wp-content/uploads/2017/03/do4.jpg

“Além disso, eles correm o risco de ser arranhados por superfícies irregulares e expostos a produtos químicos possivelmente utilizados para limpar superfícies. Acrescente todo o barulho – particularmente de um circo – e você tem uma receita para trauma físico e psicológico que pode matar esses animais altamente complexos”, adicionou.

Atualmente, os circos itinerantes da Indonésia exploram 70 golfinhos, que são transportados em caminhões e aviões quando eles viajam pelo país.

O grupo tem divulgado o vídeo juntamente com uma petição, que atualmente possui 25 mil assinaturas, para pressionar a Sriwijaya Air a parar de contribuir com estes estabelecimentos cruéis.

Fonte: ANDA

Anúncios