conteúdo anda Fotos incríveis captam animais selvagens como nunca vistos

Foto: Reprodução/Will Burrard-Lucas

Um intrépido fotógrafo atravessou o planeta para registrar alguns dos animais selvagens mais surpreendentes e admiráveis do mundo – como nunca foram vistos.

Após dez anos de trabalho, o novo livro de Will Burrard-Lucas, “Top Wildlife Sites of the World”, mostra quão longe o profissional de 32 anos é capaz de chegar pela imagem perfeita.

Foto: Reprodução/Will Burrard-Lucas

Correr risco de vida pelo melhor ângulo dos gorilas no Congo e passar semanas congelando nas montanhas da Etiópia para registrar um lobo solitário foram algumas das façanhas de Burrard-Lucas, fascinado pela vida dos animais em seu habitat.

“Em 2009 eu já estava planejando como gostaria de fotografar a vida selvagem na África, – animais como leões, leopardos e elefantes – eu queria chegar o mais perto possível e utilizar lentes poderosas para mostrá-los de uma nova perspectiva.”, contou o fotógrafo ao Mail Online. “Resolvi prender minha câmera em um carrinho de controle remoto, assim pude me aproximar ao máximo sem incomodar os animais ou correr riscos.”

Foto: Reprodução/Will Burrard-Lucas

O mecanismo, conhecido como BeetleCam, parece algo saído de uma guerra de robôs, mas Burrard-Lucas usou uma versão menor e sensível a movimentos para fotografar animais tímidos e noturnos.

Independentemente do método, a perseverança é o ingrediente principal para registrar as espécies mais raras, como o ameaçado cão selvagem africano.

Foto: Reprodução/Will Burrard-Lucas

O resultado são imagens surpreendentes que parecem captar a intimidade dos animais, como se posassem propositalmente de tão próximos e espontâneos.

Foto: Reprodução/Will Burrard-Lucas

Nota da Redação: trabalhos como o do fotógrado Will Burrard-Lucas são uma forma legítima de registrar e celebrar a vida selvagem, respeitando o espaço dos animais em seu habitat e permitindo que os humanos os contemplem e se aproximem da luta pela preservação das espécies – contra o aprisionamento e violação de seus direitos.

Fonte: ANDA

Anúncios