Exploração desumana Fotos expõem sofrimento de animais marinhos no Museu da Baleia de Taiji

Em Taiji, no Japão, golfinhos são vistos desnutridos, em estado de depressão e em gaiolas minúsculas no Museu da Baleia

Fotos da organização de conservação da vida marinha Sea Shepherd mostraram as condições em que animais se encontram no Museu da Baleia de Taiji, localizado em Taiji, no Japão.

Como muitos outros estabelecimentos que abrigam animais marinhos em minúsculos tanques, e ainda os forçam a realizar interminavelmente truques se quiserem ser alimentados, o Taiji Whale Museum se descreve como uma “experiência educacional para toda a família”.


Golfinho desnutrido com costelas aparentes é escravizado em uma das canetas externas do museu

Além da crueldade da caça comercial de golfinhos, tradicional em Taiji, já ter sido exposta, em uma tentativa de fazer com que suas exibições de animais vivos pareçam inócuas o museu chega até a manter alguns de seus golfinhos e baleias expostos em recintos ao ar livre.


Golfinho Risso é visto deprimido enquanto nadava nos limites de seu pequeno recinto

Como os “Guardiões da Enseada” da Sea Shepherd testemunharam, os golfinhos no museu não são alimentados mais do que duas vezes por dia e somente após completar os comandos dados a eles pelos treinadores.


Um dos animais famintos implora por comida enquanto uma multidão de pessoas olha para ele

Nos últimos anos, documentários como “The Cove” e “Blackfish” ajudaram a expor o tratamento absolutamente horrível que golfinhos, baleias e outros cetáceos experimentam quando são roubados e mantidos em cativeiro em parques marinhos como o SeaWorld.


Outro golfinho do Taiji Whale Museum é visto pedindo desesperadamente para ser alimentado

Como resultado, a percepção pública de manter animais marinhos em cativeiro mudou em grande medida, e mais cidadãos do que nunca estão agora boicotando estabelecimentos que exploram os cetáceos em busca de lucro.

Entretanto, o encarceramento desses animais ainda não cessou completamente e coloca milhares de animais em sofrimento à todo minuto.

Como resposta, muitos ativistas pedem para que seja compartilhadas essas fotos e informações na seção de revisão do Museu da Baleia de Taiji no TripAdvisor. Além disso, incentivam aos leitores e seus conhecidos que nunca comprem ingresso ou deem público para estabelecimentos que escravizam animais.

Organizações como Save Japan Dolphins e Sea Shepherd estão trabalhando para acabar com a caça aos golfinhos de Taiji e financiando outros esforços para proteger os cetáceos no Japão e em todo o mundo, e estão recebendo doações.

Fonte: ANDA

Anúncios