SERÃO PRECISOS ESTUDOS CIENTÍFICOS PARA SE CONSEGUIR DISCERNIR O ÓBVIO?

Há indivíduos que, não conseguindo discernir o óbvio, precisam de estudos MUITO, MUITO CIENTÍFICOS para entenderem as coisas que um cego de nascença consegue ver com os olhos da alma.

Porém, quando lhes fornecemos esses estudos, CONTINUAM sem conseguir discernir.

Então só resta uma conclusão: esses indivíduos não batem bem da bola, e isto, em linguagem científica, significa que sofrem de um qualquer distúrbio mental que os impede de ver óbvio.

Isto vem a propósito de um comentário brilhante, que me enviou o José Manuel…

LÁGRIMA DO TOURO.jpg

José Manuel E. R. C. Costa, deixou um comentário ao post TAUROMAQUIA – DOENÇA DO FORO PSIQUIÁTRICO às 11:31, 2016-09-16.

Comentário:

Bom gostaria de saber onde foi publicado este “brilhante” estudo. Quais os dados estatísticos.

José Manuel E. R. C. Costa, eu nem quero acreditar que alguém, que no mínimo sabe unir as letras, faça uma pergunta destas.

Você gostaria de saber ONDE foi publicado este “brilhante” estudo?

Pois então ainda não se deu conta ONDE foi publicado este “brilhante” estudo?

Se AINDA não se deu conta, pois não serei eu quem lho dirá.

Quanto aos dados estatísticos não sei a que se refere.

No entanto, poderei responder-lhe à pergunta do cabeçalho desta publicação, com as brilhantes palavras que um médico dirigiu a alguém que comentou este meu texto publicado também no Facebook, e que, por coincidência (ou não, uma vez que se identificou como Zé Mané, e apresentou-se numa figura feminina), fez a mesmíssima pergunta, ou seja, quis saber onde foi publicado o meu estudo

E o Luís Vicente respondeu assim:

«O Galileu dizia que a experimentação servia para explicar aos ignorantes aquilo que ele estava farto de saber.

Sobre a necessidade deste estudo da Isabel, apenas lhe quero perguntar umas coisas, Zé Mané: Independente do vasto conteúdo da palavra “doentio” que é vasto, a Zé Mané não acha doentio ter prazer, por exemplo, a assistir ao espectáculo do circo de Roma em que cristãos são mortos por leões? Não acha doentio ter prazer em assistir ao espectáculo dos guilhotinados na Praça da Revolução em Paris (hoje Praça da Concórdia)? Não acha doentio ter prazer em assistir à morte de “bruxas” nas fogueiras do Rossio? Não acha doentio ter prazer em assistir a um filme onde se expõe o abuso sexual de menores? Não acha doentio, alguém ter prazer na morte de judeus nos fornos crematórios dos campos de concentração?

A Zé Mané necessita de ler um estudo para, se assistir na rua a uma cena de violência gratuita em que alguém é barbaramente agredido, se insurgir contra isso?

Acha que são necessários estudos para concluir que é doentio, ou é simplesmente uma questão de civilidade, ética e bom senso? » (Luís Vicente)

***

Sobre a mesma pergunta, o Rui Barbosa disse o seguinte: «dever-se-ia fazer era um estudo para tentar compreender como há gente que ainda precisa de estudos para entender que esta porcaria das touradas já deveria ter terminado há muito tempo!»

Pois é…

Não posso estar mais de acordo com José Vicente e Rui Barbosa.

José Manuel E. R. C. Costa, sugiro-lhe que reflicta acerca destas palavras. Use o cérebro, se é que tem cérebro…

Fonte: Arco de Almedina

Anúncios