EM PORTUGAL EXISTE UMA LEI QUE PERMITE AOS PSICOPATAS TORTURAREM EM PÚBLICO UM SER VIVO

Há que se chamar o que eles são; Psicopatas Tauromáquicos.

Há que se chamar o que eles são. A verdade, a realidade é para ser dita. Eles são Psicopatas Tauromáquicos; Sociopatas; Criminosos; Assassinos; Tauricidas e Mafiosos. E têm do seu lado uma lei que permite a Psicopatia, o seu crime. É incrível, mas é verdade. Homens que são tão Psicopatas quanto os serial killers, pois eles são serial killers de outros seres sensíveis, têm uma lei que lhes diz: ide, e sejais Psicopatas. Ide, e mostreis a vossa psicopatia, nas praças de touros, para as praças de touros e nas arenas das praças de touros!

Mário Amorim


Como se isto por si só já não fosse uma anormalidade desmedida, existe ainda um regulamento tauromáquico,  que nos remete para um passado muito, muito remoto, caracterizado por uma descomunal ignorância, que pretende atirar areia aos olhos de quem os tem abertos para a modernidade.

Esta é a máscara da crueldade

Um destes dias ouvi um psiquiatra forense caracterizar um psicopata deste modo: uma criatura que não tem empatia pelo outro, pelo sofrimento do outro, e pior do que isso, sente um prazer mórbido com o sofrimento do outro.

Isto a propósito do psicopata inglês que assassinou brutalmente, cruelmente, com todos os requintes de malvadez (inclusive filmando os estertores de dor da vítima, enquanto a massacrava), um português que sofria de esquizofrenia “passiva”, isto é, um ser humano que não reagia agressivamente a coisa nenhuma.

Pois este “outro” pode ser um ser humano ou um ser não-humano. A psicopatia é a mesma.

Os psicopatas tauromáquicos (os que praticam, os que aplaudem, os que legislam e os que promovem e apoiam esta selvajaria) não têm empatia pelos seres vivos, nem pelo sofrimento atroz que se inflige aos seres vivos, e pior do que isso, sentem um prazer patológico com o sofrimento dos seres vivos torturados (neste caso os bovinos e os cavalos), excluídos do Reino Animal, não se sabe bem a que propósito.

Estes psicopatas tauromáquicos são portadores de uma desordem de personalidade, caracterizada por um comportamento anti-social, uma diminuição da capacidade de sentir empatia/remorso e um baixo controlo comportamental. E estão-se nas tintas para a dor dos outros. São extremamente egoistas. E o que interessa são eles, eles e depois eles.

Dito isto, e sabendo que estes psicopatas podem fazer o que fazem publicamente, protegidos por uma lei parva e ilegal, mas aprovada na Assembleia da República e (ainda) vigente, como podemos respeitar ou aceitar uns governantes que transformam a psicopatia em algo viável socialmente?

Isto não é de doidos?

***

TOURADAS COM NOVO REGULAMENTO A MEIO DA ÉPOCA OU O DESPUDOR LEGISLATIVO

Abram o link e leiam

http://expresso.sapo.pt/touradas-com-novo-regulamento-a-meio-da-epoca=f885674

Fonte: Arco de Almedina

Anúncios