ESTUPIDEZ HUMANA Elefantes são explorados em campanha contra apostas durante a Copa do Mundo na Tailândia

Evento similar já havia ocorrido durante a Copa de 2014 mas as autoridades não tomaram nenhum tipo de medida contra os maus tratos

Nove elefantes do Palácio de Elefantes de Ayutthaya em Phra Nakhon Sri Ayutthaya, na Tailândia, foram obrigados a jogar futebol com estudantes da região. Eles participaram de uma campanha contra apostas durante Copa do Mundo 2018, que acontece na Rússia de 14 de junho a 15 de julho.

Antes do torneio covarde, os elefantes tiveram que participar de um desfile no estádio de uma escola local. Considerados “domesticados”, os animais selvagens sofrem diversos maus-tratos para que se comportem de forma tranquila em ambientes barulhento e cheios de pessoas, contrariando seus instintos naturais.

Eles ainda foram pintados com bandeiras de diversos países, e obrigado a participar de uma disputa de chute livre entre elefantes, antes de se juntarem a um jogo com uma equipe de oponentes humanos – atletas jovens da escola.

Elefantes são forçados a jogar futebol

Os animais foram montados por pessoas usando estacas de madeira, com material pontiagudo na ponta, e batiam na cabeça dos animais para que seguissem suas ordens.

A atividade foi realizada na esperança de impulsionar o turismo da província histórica de Ayutthaya e levar as pessoas, especialmente crianças e jovens, a assistir aos jogos da Copa do Mundo nas próximas quatro semanas sem fazendo apostas.

Em 2014, a cidade também promoveu algo parecido, como é possível ver no vídeo. Elefantes sendo montados, pintados e recebendo espetadas na cabeça para correrem

A Tailândia é conhecida pela exploração de animais de prol do turismo, em caso já divulgados de macacos e passeios em elefantes.

Fonte: ANDA

Anúncios