INDÚSTRIA DA MODA DKNY e Donna Karan param de usar pele animal em suas coleções

As marcas seguem o exemplo de outras grifes de luxo como a Versace, a Gucci e a Michael Kors

As marcas de moda DKNY e Donna Karan não usarão mais pele animal em suas coleções. “Conforme avançamos com a Donna Karan e a DKNY, decidimos ficar sem pele em ambas as marcas a partir do segundo trimestre de 2019. Esta mudança segue um relacionamento de longo período com a Humane Society dos Estados Unidos”, disse Morris Goldfarb, CEO da G-III, durante uma reunião fiscal.

A Humane Society International (HSI) tem trabalhado com as marcas para incentivá-lss a criar materiais sem produtos de origem animal e seguir os exemplos de outras grandes marcas da moda, como a Gucci, a Michael Kors e, mais recentemente, a Versace, revela a VegNews.

“A HSI está entusiasmada que, desde que a Gucci declarou que a pele está ‘desatualizada’, os estilistas têm corrido para provar sua relevância se afastando do material arcaico. Na última declaração dos estilistas, as marcas DKNY e Donna Karan prometeram acabar com crueldade da pele de suas coleções”, afirma a diretora de mídia internacional da HSI, Wendy Higgins.

Nos Estados Unidos, cidades da Califórnia, San Francisco, West Hollywood e Berkeley já proibiram a venda de pele.

Fonte: ANDA

Anúncios