É JÁ NO PRÓXIMO DOMINGO, DIA 27, QUE ACONTECERÁ NO BRASIL, O QUE TAMBÉM DEVERIA DE ACONTECER EM PORTUGAL

Imagem relacionada

No próximo Domingo, dia 27 de Novembro, os nossos irmãos brasileiros vão sair à rua, por todo o país, em protesto contra os rodeos, e contra as vaquejadas.

Os nossos irmãos brasileiros querem vencer esta causa. E porque a querem vencer, resolveram fazer como tem de ser feito.

No próximo Domingo, dia 27, estarei de coração, com os nossos irmãos brasileiros.

Força, irmãos brasileiros.
Vençam essa luta.
Erradiquem do Brasil, os rodeos e as vaquejadas!

Já em Portugal, em que existe a tauromaquia, tal como diz uma amiga que muito preso “em Portugal, brincasse ao activismo”. E concordo com ela.
Hoje sei que é preciso lutar por fora. Hoje sei que é preciso ser um activista individual, para se ficar a perceber melhor, que o activismo em colectivo, contra a tauromaquia em Portugal, é uma brincadeira.

Não existe uma plataforma a sério, contra a tauromaquia, em Portugal.
Não existe uma plataforma contra a tauromaquia, que tenha delegações por todo o país, e que em consonância com a sede realize manifestações contra a tauromaquia, nas respectivas cidades.

Este ano, foram discutidos, e votados, na Assembleia da Republica, vários projectos lei contra a tauromaquia. Para qualquer deles, não se mobilizou os portugueses que são contra a tauromaquia, pelo país todo, no fim de semana anterior, para pressionar a Assembleia da Republica, a aprovar esses projectos. Limitou-se a esperar que eles fossem discutidos e votados, na Assembleia da Republica. Resultado; foram chumbados.

E agora pergunto; isto é activismo?
– Isto não é nada!

Ou as coisas mudam em Portugal, e passa a existir um verdadeiro activismo contra a tauromaquia, ou quem continuará a ganhar, será quem defende a tauromaquia.

Ou aprendem com os nossos irmãos brasileiros, e realizam em Portugal, nos próximos meses, um protesto por todo o país, contra a tauromaquia, ou quem continuará a ganhar, será quem a defende!

Mário Amorim

Anúncios