CINGAPURA Menina de 10 anos começa petição por penas mais rigorosas para crimes de abuso animal

A voz para mudança não tem limite de idade. Ng Xin Hui, uma estudante de 10 anos, soube das notícias sobre o caso de abuso de animais e resolveu agir.

Uma menina de Cingapura resolveu entrar na luta contra a crueldade animal e se pronunciar a respeito em sua escola. O ato teve grande repercussão nas mídias sociais e deu início a uma petição por penas mais rigorosas para os criminosos que cometem atrocidades contra os animais. A petição já reúne quase 70 mil assinaturas.

uma menina de cabelo curto, franja e óculos segura um papel onde seu discurso está escrito

Em dezembro, a população de Cingapura foi informada sobre as atrocidades ocorridas em uma empresa de serviços de hospedagem e tratamento de animais, a Platinum Dogs Club. Há poucos dias, o paradeiro de um amado cão chamado Prince foi divulgado. Infelizmente, o cão faleceu enquanto permaneceu no estabelecimento e foi cremado sem o conhecimento e consentimento de seus tutores desesperados.

Devido aos maus-tratos e abusos ocorridos na empresa, mais de 18 cães foram seriamente debilitados e 4 morreram. Esta notícia provocou indignação no país. Muitos estão exigindo uma revisão das leis atuais, a fim de proporcionar uma melhor proteção aos animais em Cingapura.

As pessoas não estão apenas expressando sua desaprovação e decepção em como os animais estão sendo tratados, mas também estão fazendo algo sobre isso. Um homem chamado Roderick Low iniciou uma petição que visa “buscar justiça para aqueles animais que não têm voz para falar por si mesmos e nos dizer o que aconteceu dentro das instalações e o quanto eles sofreram”. A petição é também para a implementação de punições mais rigorosas para os agressores de animais.

A voz para mudança não tem limite de idade. Ng Xin Hui, uma estudante da Escola Poi Ching, ouviu falar das notícias sobre a crueldade contra os animais e resolveu agir. Com apenas 10 anos de idade, Ng deu uma pequena palestra em sua escola sobre sua defesa de direitos em 9 de janeiro. Ela iniciou sua própria petição e conseguiu obter 40 assinaturas de seus colegas de escola. Aqui está o que ela escreveu em sua petição:

“Eu sou Ng Xin Hui e tenho 10 anos este ano. Eu ouvi sobre a notícia de uma mulher que maltratou cachorros e um coelho. Eles foram encontrados com problemas de pele, cicatrizes, doenças e alguns até morreram de fome! As pessoas estão com raiva e tristes, mas decidiram intensificar e fazer algo sobre isso. Uma delas até se ajoelhou perguntando à mulher onde estava seu cachorro. Naquele momento, senti que precisava me esforçar para fazer alguma coisa. O pior é que a mulher até a ignorou. Alguns até foram até a casa dela e a confrontaram. Agora, todo mundo sabe sobre isso e está escrevendo seus sentimentos sobre o abuso de animais.

Espero que a mulher sejam condenada à prisão e que também não haja nenhuma outra notícia relacionada a abuso de animais no futuro. Nós devemos ser gentis com eles, pois eles também têm uma vida.”

Quanto ao caso do Platinum Dogs Club, as investigações ainda estão em andamento.

A comunidade online está aplaudindo Ng por sua iniciativa e prevê um futuro brilhante à sua frente.

Fonte: ANDA

Anúncios