CINCO ESTRELAS DE FERRO PARA O MUNICÍPIO DE VILA FRANCA DE XIRA QUE CONTINUA NA SENDA DA INCULTURA TAUROMÁQUICA

ESTRELA FERRO XIRA.png
Autarcas de Vila Franca de Xira são a vergonha nacional e dizem ao mundo do atraso civilizacional desta cidade

Uma das particularidades que nos dizem se uma determinada localidade pertence ao mundo civilizado ou ao mundo cavernoso de humanóides que não evoluíram é o facto de ter activa uma arena de tortura de Touros, vulgo praça de Touros, ou práticas primitivas que implicam a utilização de Touros como “divertimento”.

Enquanto nos outros sete países (que em pleno século XXI ainda mantém estas práticas selváticas) a evolução no sentido de pôr fim a “divertimentos” inadequados a seres que se dizem humanos tem vindo a crescer consideravelmente, Portugal continua atolado no lodo, a defender o indefensável, e a distanciar-se cada vez mais da Civilização e da Cultura Culta, e nem o actual governo, dito de esquerda, parece interessado em abolir de um modo inequívoco este ignominioso entretenimento de broncos, talvez porque tenha a espinha dorsal demasiada curvada aos lobbies económicos, que são os verdadeiros “governantes” de Portugal.

Vila Franca de Xira encabeça o rol dos municípios com um atraso civilizacional considerável.

Naquela localidade respira-se o ar mofoso das trevas que a envolvem.

Os autarcas vila-franquenses, que já nasceram velhos, estão empenhados em defender a selvajaria, não olhando a meios, ainda que esses meios sejam retirados dos bolsos dos contribuintes.

O que se passou na Assembleia de Freguesia de Vila Franca de Xira, na passada semana, diz do atraso de vida daquela gente que se recusa a evoluir.

Do PSD já sabemos com que contamos. Do PS esperava-se um pouco mais, mas numa terra que deve milhares de Euros à civilização, não há lugar para iluminados: o Partido Socialista apresentou uma moção onde defende a selvajaria tauromáquica, a qual foi aprovada por unanimidade.

A Coligação dita “Novo Rumo”, mas que continua mais velha do que o próprio mundo, liderada pelo PSD, disse esta coisa mirabolante, mais parecendo um discurso de ofuscados:

Inúmeras vezes, e de uma forma que tem vindo a tornar-se mais frequente e agressiva, outros portugueses movidos por interesses de origem duvidosa nos têm atacado, vilipendiado e ofendido só porque amamos a festa de toiros e queremos ter o direito a vivê-la plenamente e não esperaríamos ouvir do primeiro-ministro a intenção de colocar nas autarquias a função de pôr fim às touradas. Não decidir o seu futuro, mas de forma crua, pôr-lhes fim”.

Pois “senhores” da Coligação dita “Novo Rumo” (que querem mais do mesmo, e nada de novo debaixo do Sol, por isso continuam velhos), quem ataca, quem vilipendia, quem ofende a civilização, a Humanidade e os Touros sois vós, com esse vosso costume bárbaro, rejeitado em todo o mundo, e desprezado pela esmagadora maioria dos Portugueses.

Os autarcas vila-franquenses são uma vergonha para Portugal.

Apenas uma minoria inculta, parada num tempo anterior ao homem das cavernas, ainda defende a selvajaria tauromáquica.

Durante o ano de 2015, tiveram oportunidade de evoluir.

Rejeitaram essa evolução. É chegado o momento da distribuição das Estrelas: de Ferro para os atrasados. De Ouro, para os evoluídos.

Por isso, a Vila Franca de Xira foram atribuídas cinco Estrelas de Ferro (considerado o vil metal), o máximo na escala dos municípios que ao manterem esta macabra e vampírica forma de “diversão”, sofrem de um colossal atraso civilizacional.

***

Mais informação sobre a atribuição das Estrelas, aqui:

ATRIBUIÇÃO DE “ESTRELAS DE OURO” ÀS AUTARQUIAS ANTI-TOURADA E “ESTRELAS DE FERRO” ÀS AUTARQUIAS PRÓ-TOURADA

http://arcodealmedina.blogs.sapo.pt/atribuicao-de-estrelas-de-ouro-as-509120

Fonte: ANDA

Anúncios