CONTEÚDO ANDA Chimpanzé ganha uma nova vida depois de testemunhar o assassinato da mãe

Ser um órfão e não ter o conforto da mãe deve ser uma experiência traumática. Farah, um chimpanzé órfão de 10 meses, sabe como isso é assustador

Ele foi mantido preso com um corrente de metal por traficantes de animais selvagens depois de sua mãe ser assassinada

Bebê chimpanzé

Infelizmente, não é incomum encontrar uma história de um bebê animal que tenha ficado órfão devido à crueldade humana. Todos os anos, milhões de animais são sequestrados de seus lares por esta indústria terrível que possui um lucro de US$ 5 bilhões a US$ 20 milhões por ano. Este comércio enxerga os animais como mercadorias, causa a extinção das espécies e destrói as famílias das vítimas.

Felizmente, o pequeno Farah está seguro e foi acolhido pelo Mefou Sanctuary, o refúgio da organização Ape Action Africa, localizado nos Camarões, que se dedica ao cuidado de gorilas, chimpanzés e macacos, reportou o One Green Planet.

Compreensivelmente, Farah ficou assustado quando chegou pela primeira vez ao local e não entendia o que via e os sons ao seu redor. Mas, com a paciência e a dedicação da Ape Action Africa, ele está começando a descobrir que nem todos os humanos são ruins. Filhote com cuidador

Na manhã seguinte à sua chegada, Farah percebeu imediatamente que poderia confiar em sua cuidadora Stephanie. No primeiro dia, ele permitiu que ela o penteasse gentilmente na cabeça e na parte traseira do corpo.

No terceiro dia, Farah começou a interagir com os brinquedos que Stephanie lhe deu, mastigando brinquedos para ajudar no desenvolvimento de seus dentes e abraçando e carregando alguns deles. Farah até permitiu que o veterinário voluntário da Ape Action Africa tratasse os ferimentos ao redor de sua cintura, que surgiram depois que ele foi amarrado firmemente com uma corrente de metal.

O veterinário também iniciou um tratamento para tênia e para limpar o rabo do filhote, que ficou rígido devido aos excrementos do cativeiro.

Filhote com cuidador

Farah abraçou seus brinquedos e ama mastigá-los com seus dentes em crescimento.

O chimpanzé ainda se sente desconfortável ao ser pego e não ri quando lhe fazem cócegas, diz a organização, mas ele se senta confortavelmente com seus cuidadores, colocando a pequena mão no joelho.

Como qualquer bebê em desenvolvimento, Farah possui um enorme apetite e adora tomar mamadeira. Graças ao trabalho do santuário, ele ganhou uma nova chance.

Fonte: ANDA

 

Anúncios