Cavalo com fome cai inanimado

Estava a puxar uma carroça e ficou sem forças para se mexer.

Um cavalo severamente subnutrido caiu inanimado, na estrada de Vale de Éguas, em Almancil, enquanto puxava uma carroça. Dezenas de pessoas assistiram ao sofrimento do animal, que não tinha forças para se mexer, enquanto os tutores o tentavam levantar para o deslocar para a berma da estrada. A GNR e os serviços veterinários da câmara de Loulé foram chamados ao local e o cavalo acabou por ser acolhido por uma residente na zona – que tem uma quinta – enquanto recupera.

O caso passou-se esta sexta-feira, pelas 17h00, na estrada de Vale de Éguas, perto do Kartódromo de Almancil, concelho de Loulé. Um cavalo que puxava uma carroça, tripulada por um casal, ficou sem forças para andar e caiu inanimado no meio da estrada. Enquanto o casal o tentavam levantar para o deslocar para a berma – por estar a bloquear o trânsito – alguém alertou as autoridades, que chegaram pouco depois.

O veterinário municipal de Loulé também foi ao local e observou o animal, que estava extremamente subnutrido e debilitado fisicamente. Zoe Dickinson, que reside numa quinta em Almancil, passou na estrada quando ainda lá estava o aparato e aceitou acolher o animal enquanto este recupera. “Estava esfomeado mas vai ficar bem. Precisamos é de alguém que o adote quando estiver bom”, contou ao CM, revelando, no entanto, que está a aceitar ajudas para cobrir as despesas. Quem quiser ajudar pode fazê-lo através da página de Facebook Quinta Martins.

A GNR passou dois autos ao tutor do cavalo – que não tem possibilidades para o alimentar – por não ter chip e falta de cuidados.

Anúncios