CONTEÚDO ANDA Canadá irá proibir a captura de baleias e golfinhos explorados em cativeiro

Como parte de seu plano para atualizar a Lei das Pescas, o governo canadiano tem agido para proibir a captura de cetáceos mantidos em cativeiro (substitui a palavra canadense, por canadiano, para estar de acordo com a forma portuguesa de falar)

Entre as muitas alterações incluídas na legislação, há a restauração das proteções perdidas sob o governo conservador anterior e novas medidas para proteger os peixes e seus habitats, informou o ministro das Pescas, Dominic LeBlanc, afirmando que ouviu muitos grupos que querem acabar com a prática de capturar baleias e golfinhos na natureza para aprisioná-los.

Ele afirmou que a conexão dos canadianos com mamíferos marinhos pôde ser vista no último verão quando ocorreram a morte de mais de uma dúzia de baleias do Atlântico Norte na costa leste e os esforços dos moradores de British Columbia para salvar as orcas do Sul da costa da província. (Substitui a palavra canadenses, por canadianos para estar de acordo com a maneira portuguesa da falar)

“Compreendemos profundamente as preocupações dos canadianos. A aceitação pública sobre manter essas criaturas majestosas em cativeiro têm mudado e acreditamos que a lei deveria refletir isso”, declarou LeBlanc em uma coletiva de imprensa em Vancouver. (Substitui a palavra canadenses, por canadianos para estar de acordo com a maneira portuguesa da falar)

Segundo o iPolitics, o Departamento de Pescas e Oceanos não emite licenças para capturar um cetáceo na natureza no Canadá para exibição pública desde a década de 1990. O projeto de lei apresentado no país afirma que “ninguém deve pescar um cetáceo com a intenção de mantê-lo em cativeiro”.

A legislação permite que o ministro das pescarias faça uma exceção e dê uma autorização especial em casos de animais feridos, em perigo e que precisem de cuidados ou reabilitação.

“Estamos dizendo aos canadianos que agora iremos proibir a captura de cetáceos com a finalidade de mantê-los em cativeiro. Nós acreditamos que eles darão um imenso apoio”, disse LeBlanc. (Substitui a palavra canadenses, por canadianos para estar de acordo com a maneira portuguesa da falar)

Isso não impede a importação de cetáceos de outras jurisdições, trata-se apenas de ações em águas canadenses.

Já o projeto de lei S-203, que tramita no Senado, quer o fim do cativeiro dos animais e também a proibição da importação ou exportação de baleias e golfinhos, além do esperma, da cultura de tecidos e embriões de cetáceos. Após vários esforços em 2017, ele está no Senado desde então.

Fonte: ANDA

Anúncios