CONTEÚDO ANDA Caçador filma empalação de urso e se vangloria de brutalidade

morteurso

Um caçador causou revolta na internet após postar vídeo de si mesmo matando um urso-negro em Alberta, no Canadá. Josh Bowmar, um norte-americano de 26 anos, pode ser visto celebrando a morte do animal, que foi empalado com um arpão feito pelo caçador. Acredita-se que o urso, atraído até o local pelo cheiro de comida, agonizou por diversas horas antes de morrer. Na filmagem, é possível ver Bowmar esperando pacientemente pela oportunidade de lançar o arpão no animal, que pesava quase 178 quilos.

O urso foi atacado a uma distância de quase 13 metros e o vídeo, feito com uma câmera GoPro presa ao arpão, captura o momento exato em que a arma perfura o corpo do animal. Bowmar descreve a lança como uma “máquina de matar absolutamente letal ”, e comenta: “Eu acabei de fazer algo que ninguém no mundo já fez, empalei um urso e filmei isso. ”

A filmagem então mostra o caçador retirando o corpo mutilado do animal de trás das árvores e o intestino do urso pode ser visto pendurado para fora da ferida.

Wendy Higgins, da Humane Society International, afirma que o vídeo é um “trágico exemplo” de “machismo estúpido alimentado pela sede de sangue”. Ela também diz que “o pobre urso não teve a mínima chance, deliberadamente atraído para o local da morte, assassinado sem misericórdia e deixado para morrer em agonia. ”

“É chocante ver o deleite do caçador pelo que ele havia feito, e sua emoção é absolutamente terrível para a maioria das pessoas. Até mesmo companheiros caçadores estão distanciando-se deste incidente. Animais não são troféus. Ursos e outros animais incríveis ao redor do mundo precisam que nós canalizemos nosso desgosto coletivo contra essa prática, e digamos basta a essa brutalidade egoísta”, acrescentou.

373F26AF00000578-3741063-Mr_Bowmar_can_be_seen_celebrating_after_managing_to_spear_the_bl-m-3_1471251514532

Bowmar disse ao The Mirror: “Em primeiro lugar, a caça com arpão dá ao animal a maior chance de escapar, considerando que a distância ética para matar é de aproximadamente nove metros. ”

“O urso que eu matei só correu 54 metros e morreu imediatamente. Isso é o máximo de humanidade e ética que alguém pode ter ao caçar um animal de grande porte. Pode confiar, ninguém se preocupa mais com esses animais do que os caçadores, especialmente eu. ”

Em seu canal do YouTube, Bowmar escreve: “Nós amamos viajar pelo mundo e caçar animais com arco e flecha, apenas. Buscamos as maiores e mais desafiadores caçadas que já cruzaram esta terra. ”

Uma série de vídeos no canal mostram ele e sua esposa Sarah atirando em diversos animais, incluindo um antílope africano.

Nota da Redação: A caça é uma prática repugnante alimentada pela necessidade de poder e dominação do ser humano. Além da crueldade explícita contra os animais, é responsável pela  extinção de diversas espécies. No Brasil, a caça amadora é proibida em todos os estados, menos no Rio Grande do Sul. Entretanto, neste estado, o número de animais mortos clandestinamente é alarmante.

Fonte: ANDA

Anúncios