TRAUMA SEVERO Bebê rinoceronte precisa de venda e abafadores de som para lidar com a perda da mãe

É muito comum que órfãos como o Davi sofram traumas graves depois de perderem suas mães – que geralmente são mortas por seus chifres e os filhinhos, muitas vezes testemunham a carnificina

Davi, um bebê rinoceronte entre oito e 10 meses de idade perdeu a sua mãe para caçadores ilegais na África do Sul e felizmente foi resgatado pela equipe do Rhino Orphanage. A viagem para o orfanato, no entanto, foi dura. O pequenino precisou ser mantido entre infravermelhos e muitos cobertores para protegê-lo da noite gelada.

Ao ser admitido pela equipe de resgate no início da manhã, após um resgate difícil e emocional, as coisas começaram a melhorar, mas ainda continuavam complicadas. O filhote precisou ficar com os olhos cobertos por uma venda e com os ouvidos tapados para minimizar o estresse e os estímulos externos.

É que lidar com a perda da mãe para os rinocerontes é como para os bebês humanos. Eles dependem de suas mães ainda jovens, para aprenderem coisas básicas, como se alimentar e se virar no mundo. É muito comum que órfãos como o Davi sofram traumas graves depois de perderem suas mães – que geralmente são mortas por seus chifres e os filhinhos, muitas vezes testemunham a carnificina.

Aos poucos, os cuidadores começaram a fazer com que o pequeno rinoceronte se sentisse um pouco mais confortável naquele espaço. À noite, ele foi colocado em seu próprio quarto e teve os tampões do ouvido removidos, para que ele pudesse, mesmo que lentamente, se acostumar com o novo ambiente.

Só após 24 horas depois do resgate é que a venda do animal foi retirada e, a princípio, Davi ainda estava assustado, desconfiando de todo mundo por uma mistura de medo e confusão, já que quando olhou ao seu redor se viu em uma situação completamente nova e diferente da que se lembrava.

Por muito tempo o animal demonstrou claramente o quanto sentia falta de sua mãe, já que passava noites chorando e gritando, tentando contacta-la, sem sucesso. “Mas dois cuidadores estiveram com ele a cada passo do caminho”, a equipe compartilhou.

Davi permanece com medo e cansado, mas felizmente está em boa condição física de uma forma geral. A equipe do orfanato está animada para fazer de tudo para ajudar o novo filhote a se acostumar com o ambiente e ver que as pessoas que o rodeiam podem ser confiáveis ​​e irão ajudá-lo de qualquer maneira que puderem.

Ao longo da última década, a caça ilegal de rinocerontes aumentou rapidamente. Estima-se que mil rinocerontes sejam vítimas de caçadores a cada ano – este número é especialmente alarmante, uma vez que existem apenas cerca de 29 mil rinocerontes vivendo livres em seus habitats naturais.

A caça furtiva não é apenas responsável pelo assassinato de animais adultos, mas também pelos muitos filhotes órfãos que são deixados sozinhos e precisam de ajuda para sobreviver. Felizmente, organizações como o The Rhino Orphanage estão lá para salvar e reabilitar tantas vítimas pequenas da caça furtiva quanto possível – sendo Davi agora uma delas.

Fonte: ANDA

Anúncios