CONTEÚDO ANDA Selfies com turistas: ursa e filhote definham de tristeza ao serem explorados

Em um vídeo perturbador, um homem carrega uma ursa-do-sol bebê pelo pescoço e a obriga a ficar em um banco de madeira. Quando a ursa tenta fugir, o homem a agarra e usa um pano para esfregá-la

Em outra cena, a mãe do filhote está no mesmo banco, mas ela não tenta fugir. Ela parece lenta e letárgica enquanto um homem também usa um pano para controlá-la.

Bebê urso

As ursas se chamam Ajib e Marsha. Ajib costumava viver na natureza, de acordo com Dave Neale, diretor de bem-estar animal da Animals Asia. Porém, hoje ela é confinada com seu bebê e ambos são forçados a passar seus dias posando para fotos com turistas.

Em Julho, Marison Guciano, diretora de investigações da Scorpion Foundation, testemunhou essas cenas ao visitar o campo de elefantes de Bali, que é administrado por uma empresa chamada True Bali Experience em Bali, na Indonésia.

“Gravei isso sozinha, disfarçada como turista. As ursas são estrategicamente colocadas na frente de uma loja de chocolate, quando os turistas tomam uma bebida, podem ver as duas ursas”, disse Guciano ao The Dodo.

“Alguns turistas ocidentais (como visto na gravação), pagam por ingressos para posar com a ursa e seu bebê”, explicou Guciano, acrescentando que cada pessoa ou grupo que possui o ingresso tem cerca de 20 minutos com os animais.

Ursa luta contra exploração

Quando Neale viu as filmagens, ele não se surpreendeu – as operações turísticas no Sudeste Asiático frequentemente oferecem oportunidades de tirar fotos com animais selvagens.

“Para mim, é algo que vemos o tempo todo, infelizmente. É muito comum”, afirmou.

Neale acredita que os ursos são miseráveis quando são mantidos em cativeiro, especialmente Ajib, que se lembrará de como é viver na natureza.

“Ser explorada dessa maneira e utilizada para esse tipo de entretenimento é muito triste”, observou.

Caixa de urso

Ele também se preocupa com o que ocorre nos bastidores. “Eu me preocupo com não somente com o que está no vídeo, mas com o que não vemos, em termos da falta de escolha e da falta de controle que esses animais recebem”, continuou.

Além de Ajib e Marsha, há outro urso que provavelmente é o pai de Marsha. Entretanto, ele é obrigado a ficar dentro de uma caixa durante todo o dia, de acordo com Guciano.

“Aparentemente, Ajib, seu bebê e este terceiro urso estão em duas caixas – uma para Ajib e bebê, a outra para este terceiro urso. Se Ajib e seu bebê têm sido utilizados como adereços de fotos, este terceiro urso permanece em sua caixa durante o dia inteiro. Estava muito escuro e eu conseguia ver seus olhos observando. Ele parecia querer sair. Estava tão triste”, relatou.

Embora um santuário seja o ideal para os ursos, Neale observou que a maioria deles funciona com a capacidade máxima na Indonésia e que talvez não seja uma opção realista.

Fonte: ANDA

Anúncios

ʘ‿ʘ Mais uma vitória! Nova lei Animais selvagens não podem mais ser explorados em circos da Holanda

Foto: Empty All Cages

A Holanda se juntou à lista de países europeus que baniram os animais selvagens de seus circos. A Holanda proibiu a exploração de todos os animais selvagens (exceto em zoológicos).

Em circos, os animais sofrem o tempo todo ao serem transportados, vivem em jaulas extremamente pequenas, muitas vezes são abusados e são forçados a realizar truques não naturais para sobreviverem.

A decisão foi aprovada em dezembro de 2014 e tornou-se ativa na última quinta-feira (17).

“A saúde dos animais é mais importante do que a sua exploração em festas ou o apego a tradições ultrapassadas”, disse a secretária Sharon Dijksma.

Dos 22 circos nos Países Baixos, 16 possuem, no total, 119 animais selvagens. Entre as espécies proibidas pela nova legislação estão: girafas, elefantes, tigres, leões, zebras, leões-marinhos e primatas. Outros nove países da Europa já possuem leis semelhantes, incluindo a Bélgica, a Áustria e a Grécia. Países de todo o mundo têm seguido essa tendência, como Bolívia, Paraguai e México. No entanto, ainda há muito trabalho a ser feito.

A questão agora é o que vai acontecer com os animais nos circos. Será que eles vão simplesmente ser descartados, talvez até mesmo mortos? Será que os circos irão se mudar para países onde isso ainda não é ilegal?

Kieran Harkin, chefe de programas do Four Paws UK afirmou: “Embora nós sinceramente felicitemos a Holanda por aprovar essa legislação, estamos preocupados com o que vai acontecer com os 119 animais dos circos itinerantes. Será que os circos não vão simplesmente viajar para o Reino Unido ou para a Alemanha, onde eles ainda podem explorar animais? Nós precisamos que toda a Europa tome medidas em relação a esse pretexto ultrapassado de entretenimento para garantir o bem-estar destes animais.”

A Alemanha tem lutado para impor a proibição no país há anos agora. No Reino Unido, um projeto de lei que proibiria o uso de animais selvagens em circos foi rejeitado sete vezes.

Nota da Redação: Apesar dessa lei ser uma vitória para movimento de direitos animais, os animais selvagens ainda podem ser explorados em zoológicos e outros animais domesticados, como cavalos, ainda podem ser explorados em circo. É preciso acabar também com essas práticas.

Fonte: ANDA