MATP CONTESTA TOURADAS À CORDA COMO PATRIMÓNIO CULTURAL IMATERIAL DE PORTUGAL

A proposta partiu de Lara Martinho, deputada do Partido Socialista, oriunda da ilha Terceira (só podia ser!), eleita pelos Açores, para a Assembleia da República Portuguesa, talvez com este único intuito…

Que vergonha! Que disparate! Que falta de lucidez, senhora deputada!

Isto é inacreditável, vindo de uma “socialista”!!!! Isto só acontece num país com uma “costela” terceiro-mundista!

TOURADAS.png
Como se este “divertimento”, do mais boçal que se possa imaginar, pudesse alguma vez ser elevado a património de alguma coisa! Só se fosse «Património Imaterial da Estupidez»! Basta olhar para a imagem e ver o nível “coltural” desta prática troglodita!!! Isto é mesmo de quem nunca saiu da toca, e desconhece os divertimentos cultos, civilizados e dignos de uma Humanidade evoluída.

O Movimento pela Abolição da Tauromaquia de Portugal (MATP) contesta a proposta da deputada Lara Martinho, do PS, eleita pelos Açores, para a Assembleia da República, que pretende incluir as “touradas à corda”, na lista de Património Cultural Imaterial.

No Comunicado emitido pelo MATP, pode ler-se: «Como se não houvesse mais nada de verdadeiramente útil para fazer em defesa da sua terra, os Açores, a deputada do Partido Socialista, Lara Martinho, da Ilha Terceira, propôs, na Assembleia da República, que a tourada à corda seja classificada como Património Cultural Imaterial de Portugal (…) Se esta pretensão já é má, péssima é a opinião do ministro que devia ser da Cultura, e que admitiu que tal seja possível».

Um ministro da Incultura Socialista, está-se a ver! Mas haverá alguém no seu juízo perfeito, que lhe passe pela cabeça, fazer desta prática, completamente imbecil, que anualmente causa, em média, mais de 300 feridos e por vezes mortos, património de alguma coisa?

Entretanto, na Internet, está a circular uma Petição Pública, que conta com cerca de três mil assinaturas, contra as touradas à corda. O MATP já se pronunciou negativamente sobre a referida proposta e é uma das organizações subscritoras da Petição que, entre outros assuntos, denuncia as intenções de se colocar esta prática medievalesca na lista do Património Cultural Imaterial!!! Para o MATP, as touradas, com corda ou sem corda, devem ser colocadas no seu devido lugar, ou seja, no caixote do lixo da História.

Só em entre Maio e Outubro de 2017, teve lugar, na ilha Terceira, um total de 215 touradas à corda. E isto, só por si, diz do monumental atraso civilizacional em que vive o povo terceirense, que se recusa a evoluir, numa ilha (a Terceira) que é a vergonha, a nódoa negra do Arquipélago dos Açores.

Isabel A. Ferreira

Fonte da notícia: Diário Insular, 16 de Janeiro de 2018.

Fonte: Arco de Almedina

Anúncios

Angra do Heroísmo vai ter um monumento à violência!

Resultado de imagem para angra do heroismo

Acabei de saber, que nos Açores, Angra do Heroísmo, vai ter um monumento ao forcado. Ou melhor dizendo; aos cobardes dos forcados.

Para além de ser um monumento ao grupo de cobardes, chamado forcados, é um monumento à violência, à tortura dos touros. É um monumento a Psicopatas, Sociopatas. É um monumento a um grupo de criminosos. Ou seja; uma prática criminosa, vai ter um monumento, em Angra do Heroísmo. Estou enojado.
É uma vergonha para os Açores e para a imagem dos Açores, pelos quatro cantos do mundo!

Mário Amorim

Fonte: http://toureio.pt/inicio/index.php/noticias/5532-angra-do-heroismo-ira-construir-um-monumento-ao-forcado

 

PALAVRAS PARA QUÊ?!

Só a imbecilidade e a mente doente dos Psicopatas Tauromáquicos, os faz ter esta atitude, para com eles e para com o touro.
Que tristeza para os Açores, e para a imagem internacional dos Açores, ter gente desta!

 

O UNIVERSO AUTÁRQUICO E PARTIDÁRIO DA TORTURA (AÇORES)

(Que vergonha! Não há verbas para o essencial, mas para a selvajaria é o que se vê!

O povo destas ilhas que abra os olhos!!!!!)

TERCEIRA

Angra do Heroísmo. Câmara PS.

angra1.jpg
Praia da Vitória. Câmara PS.

praia2.jpg

GRACIOSA

Santa Cruz da Graciosa. Câmara PS. Candidato PSD.

graciosa3.jpg

graciosa4_psd4.jpg

SÃO JORGE

CDS.

velas5.jpg

FLORES

Lajes das Flores. Câmara PS.
lajes_flores6.jpg

SÃO MIGUEL 

Lagoa. Câmara PS.

lagoa7.jpg

Ribeira Grande. Câmara PSD. Candidato PS.

rgrande8.jpg

ferra5009.jpg
Nordeste. Candidato PS.

nordeste_10ps10.jpg
***

VEJAM O NÍVEL DO PRESIDENTE DO GOVERNO REGIONAL DOS AÇORES (PS)

Pela aragem não se vê quem vai na carruagem?

ABRAM OS OLHOS, AÇORIANOS!!!!!

Fonte: Arco de Almedina

A ESTUPIDEZ FALOU MAIS ALTO EM ANGRA DO HEROÍSMO (AÇORES)

Façam este vídeo correr mundo, para que se saiba que em Portugal as crianças são incentivadas a aplaudir a crueldade, a violência, o SOFRIMENTO de um animal.

Sinto VERGONHA do governo português, liderado por um PS arcaico, aficionado e completamente fora da modernidade, da civilização, da evolução.

Isto é mórbido, patológico, doença mental grave.

(PARA VER O VÍDEO ABRIR ESTE LINK:)

 

«Jun 30, 2017 — Governantes, autarcas, deputados e toda a classe política têm as mãos sujas. É a deseducação das crianças e o sangue de seres vivos que é derramado para satisfazer o vício de alguns e encher os bolsos de outros.»

Fonte:

https://www.change.org/p/presidente-do-governo-regional-dos-a%C3%A7ores-n%C3%A3o-%C3%A0s-touradas-para-crian%C3%A7as-n%C3%A3o-aos-apoios-p%C3%BAblicos-para-a-tauromaquia/u/20694772

Fonte: Arco de Almedina

NÃO ÀS TOURADAS PARA CRIANÇAS – NOVA PETIÇÃO

Não aos apoios públicos para a tauromaquia

UxZUMRNvuvlyNOh-800x450-noPad.jpg

Ex.mas/os Senhoras/es,

Considerando que práticas tauromáquicas são uma expressão de insensibilidade e violência que deseduca e em nada dignifica a humanidade, sendo que estudos recentes comprovam que crianças e adultos que assistam a práticas tauromáquicas desenvolvem tendências de agressividade e violência;

Considerando que a presença de crianças e adolescentes como participantes ou simples assistentes em touradas contraria a recomendação, de 2014, do Comité dos Direitos da Criança da ONU, que pede para afastar as crianças da tauromaquia e que, entre outras medidas, recomenda também a promoção de campanhas de informação sobre “ a violência física e mental associada à tauromaquia e ao seu impacto nas crianças”;

Considerando o contexto socioeconómico do país e região, que através do desinvestimento na educação, no apoio social, na saúde, no emprego e salários, nos transportes, na habitação, numa cultura educativa, têm contribuindo para a degradação da qualidade de vida das populações, sendo muitas as famílias e pessoas que perderam emprego e apoios sociais e que têm dificuldades em cumprir o pagamento de todas as suas despesas destinadas à sua sobrevivência com dignidade;

 

Considerando que a Câmara Municipal de Angra do Heroísmo apoia com 100 mil euros a Feira Taurina integrada nas Sanjoaninas que inclui no seu programa no dia 26 de Junho uma espera de gado para crianças e no dia 28 um espectáculo para crianças e idosos;

Ao mesmo tempo que repudiamos o esbanjamento de dinheiros públicos e o desrespeito pelos direitos das crianças, solicitamos que sejam tomadas medidas para que espectáculos violentos, onde se abusa e torturas animais, não voltem a repetir-se.

 

Nota – Esta petição também será enviada para as seguintes entidades:

COMISSÃO NACIONAL DE PROTECÇÃO DAS CRIANÇAS E JOVENS EM RISCO

Instituto de Apoio à Criança

Comité Português para a UNICEF

Office of the High Commissioner for Human Rights

Committee on the Rights of the Child (CRC)

Co-grupo sobre os Direitos das Crianças da Amnistia Internacional Portugal

 

This petition will be delivered to:

  • Dr. Vasco Cordeiro Presidente do Governo Regional dos Açores

Assinar a petição aqui:

https://www.change.org/p/presidente-do-governo-regional-dos-a%C3%A7ores-n%C3%A3o-%C3%A0s-touradas-para-crian%C3%A7as-n%C3%A3o-aos-apoios-p%C3%BAblicos-para-a-tauromaquia?recruiter=21546299&utm_source=share_petition&utm_medium=copylink&utm_campaign=share_petition

Fonte: Arco de Almedina

 

ANGRA DO HEROÍSMO (AÇORES) CADA VEZ MAIS PRIMITIVA E MERGULHADA EM TREVAS MEDIEVALESCAS

Há povos assim: em vez de optarem pelo conhecimento, e evoluírem, preferem continuar na ignorância e enfiados em tocas sombrias e a cheirar à mofo.

Em Angra do Heroísmo o povo continua a comemorar o São João, santo católico, com uma bacoca afición, que se estende às crianças que, naquela terra, onde sopram ares bafientos, não merecem a protecção de quem de direito, ficando à mercê da violência e da crueldade intrínsecas às touradas à corda e de praça.

É uma coisa que faz parte de uma sociedade a que chamam  “democrática e plural”.

Tudo isto abençoado pela igreja católica e por governantes que devem milhares de euros ao bom senso.

Angra do Heroísmo é, pois, um lugar à margem, ostracizado pelo turismo culto.

digitalizar0001.jpg

Fonte: Arco de Almedina